Postado em por Redação em NotíciasPolícia

URL da notícia
+ -

Filhos de empresário confessam agressões a irmãos e são indiciados

Jovens de classe alta vão responder por lesão corporal e formação de quadrilha


Por Redação

Jovens acusados de agredir irmãos na orla da Jatiúca

Reprodução

Filhos de grandes empresários – um deles da rede hoteleira – e jovens de classe alta de Maceió. Esse é o perfil dos cinco rapazes acusados de agredir os irmãos Cristiano e Cristóvão Rodrigues, na orla de Maceió no dia 30 de dezembro de 2012. O grupo se entregou à polícia e será indiciado por lesão corporal dolosa e formação de quadrilha, mas vai responder pelo crime em liberdade, já que não foram presos em flagrante.

O inquérito, que estava sob o comando do delegado Jobson Cabral, foi concluído nesta terça-feira (08) e será encaminhado à justiça. A identificação dos acusados aconteceu graças a depoimentos e segundo o delegado, uma investigação minuciosa e de cruzamento de dados.

Os jovens receberam notificações e compareceram a delegacia, onde foram ouvidos pelo delegado. Os nomes dos acusados são Pietro Augusto Aquino Gomes Coelho, de 20 anos e Fernando Gomes Coelho da Cunha, 20 anos, irmãos que moram em Maceió; Carlos Frederico Coelho, 20 anos, residente no Rio de Janeiro; Crhistian Frota, 21 anos, mora em Brasília; e Ítalo Santos, 19 anos, residente na cidade de Recife. 

Dois dos jovens estiveram na delegacia e contaram o que aconteceu no dia da agressão. Em depoimento, eles revelaram que seguiam em dois carros – uma Hilux e uma Pajero – quando viram os irmãos num ponto de ônibus na Jatiúca e iniciaram as agressões verbais.

“Não houve uma motivação aparente. Eles estavam embriagados e quando viram os irmãos começaram a provocação que foi rebatida, culminando nas agressões. Não há nenhuma relação com crime homofóbico, como chegou a ser cogitado pelo Grupo Gay, algo já descartado desde o depoimento dos irmãos”, colocou Jobson Cabral. Os cinco acusados não possuem antecedentes criminais e agora, em liberdade, irão responder pelo crime na justiça. 

No último dia 03 de janeiro, as vítimas foram ouvidas na delegacia do 2º Distrito Policial e chegaram a entregar ao delegado imagens de câmera de segurança de um prédio, onde flagraram a ação criminosa. Nelas, é possível perceber a presença de dois veículos na ação, uma Hilux prata e uma Pajero full preta. Apesar da distância das imagens, é possível identificar a placa da Pajero full (NND- 7575) que seria de São Luiz do Maranhão.

No dia seguinte, a polícia divulgou as imagens da agressão sofrida por dois irmãos na orla da praia de Jatiúca. O material é do circuito de câmeras de um prédio que fica em frente ao local da ocorrência. 

URL da notícia
+ -

Deixe seu Comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

comments powered by Disqus