Postado em por Redação em MunicípiosInterior

Operação policial prende 34 pessoas em Delmiro Gouveia

Cerca de 200 policiais estão participando da operação

URL da notícia
+ -


Por Redação

Operação Limite prende 33 pessoas em Delmiro

Minuto Sertão

A Polícia Civil, numa ação conjunta com as Polícias Militar e Rodoviária Federal, deflagrou, na manhã desta quinta-feira (15), no município de Delmiro Gouveia, Sertão de Alagoas, uma megaoperação com o objetivo de prender criminosos acusados de estupro de vulnerável, homicídios, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo.

Denominada de “Operação Limite”, a ação policial cumpriu 47 mandados de prisão, busca e apreensão, expedidos pelo Juiz José Lopes da Silva Neto e os promotores João Batista e Cláudio Telles, todos da comarca local, e resultou na prisão de 30 pessoas, entre elas duas mulheres, e a apreensão de quatro menores. Os acusados foram presos em suas residências. Com alguns deles foram apreendidas armas de fogo, máquinas caça-níqueis e drogas.

Foram apreendidas na operação oito armas de fogo: 2 espingardas calibres 12, 2 rifles 22, 4 revolveres 38 e várias munições. A maioria deste material estava com um homem identificado como “Galego das Armas”. Também foram apreendidas 300 g de maconha, 13 pedras de crack, além de cinco máquinas caça-níqueis e 200 CDs e DVDs piratas.

À medida que as prisões são feitas, os detidos são levados para a Delegacia Regional de Delmiro Gouveia. Aqueles em posse de armas ou drogas são autuados em flagrante, além dos crimes pelos quais já respondem. Todos os presos se encontram na delegacia regional da cidade onde serão ouvidos pelo delegado Rodrigo Cavalcanti.

A ação policial realizada nas zonas urbana e rural começou às 3 h e foi comandada pelos delegados Kelmann Vieira, diretor DPJA1 e Rodrigo Cavalcanti, regional da 1ª Delegacia Regional de Polícia.

Participaram da operação 180 policiais, entre gentes da Polícia Civil da Operação Asfixia, Delegacia Geral de Polícia (DGPC), Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) e de várias delegacias pertencentes à Diretoria de Polícia Judiciária da Área 1 (DPJA1) juntamente com a Policia Militar, por meio do 9° Batalhão, que é comandado pelo coronel Fontes, e o Núcleo de Operações Especiais (NOE) da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo informações policiais, foram 35 viaturas da PC, cinco da PM e cinco da PRF empregadas na operação.

Clique aqui e veja mais fotos das prisões e apreensões durante a Operação Limite.


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.


  • delmirense

    a policia prende, e a justiça solta....traficante tem que morrer. Não ficar aí no bem bom, só comendo e dormindo
  • UM ANADIENSE INDIGUINADO COM ESSA VIOLÊNCIE

    PARABÉNS POLICIA POR ESSA OPERAÇÃO,MAIS QUANDO VOCEIS VEM PRENDER ESSES VAGABUNDOS LADRÃO TRAFICANTE DE ANADIA,PENSE NE UMA CIDADE PRA TER LADRÃO E TRAFICANTE NINGUEM AGUENTA MAIS,
  • ILUSÃO

    NOS ESTADOS VIZINHOS AS APREENSÕES DE DROGA SÃO FEITAS CONSTANTEMENTE E FACILMENTE SUPERAM OS 50-KG. SERÁ QUE EM ALAGOAS, TOMADA PELO TRÁFICO APENAS SE APREENDE GRAMAS???; PRECISA INVESTIGAR MELHOR E FAZER MENAS POSE PRA FOTO.
  • Carlos

    Parabéns pela ação del,miro em paz
  • aderio

    De que adianta prender se depois é solto de novo ñ dou 2 meses pra eles serem soltos.
  • Só faltou o PIU PIU

    Isso é para ser feito no dia a dia e não para promover uma pessoa apenas. Esse policiais são heróis, mas ganham menos que um servente de pedreiro.
  • ALAGOANA

    OS BICHINHOS TÃO INOCENTES. TÃO TRISTINHO. E É UM CAMBOIO VIU. PARABÉNS AOS QUE FIZERAM A OPERAÇÃO
  • Abestado

    Operação Limites, ESSES CARAS deveriam ser presos no dia-a-dia, agora 45 carros com tanque cheio, cada carro com 4 policiais, refeições, e mais alguma coisa. Parabéns pra quem? Pra quem paga a conta - É NOIS - os abestados
  • Ouço e vejo

    Parabéns a policia e aos delegados...essas operações não pode parar...
  • Observador

    Concordo com o Rocha,tenho observado,que todos os casos polêmicos na area policial,O Dr Kelmann está no comando e tem dado conta do recado,parabéns DR. Kelmann,alagoasprecisa de poliociais da sua qualidade