Postado em por Redação em MunicípiosInterior

URL da notícia
+ -

Estaleiro Eisa Alagoas está a um passo do início das obras


Por Redação

Agência Alagoas

O diretor do estaleiro Eisa Alagoas, o engenheiro Max Welber dos Santos, acompanha o processo de liberação da licença de instalação pelos órgãos ambientais. O diretor informou que aguarda apenas a liberação da licença para dar início à construção do estaleiro Eisa Alagoas, no município de Coruripe.

Max Welber dos Santos, representando o Eisa Alagoas, entregou os projetos que respondem as 43 condicionantes ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) e ao Ibama, nesta terça-feira (10). Após a obtenção da primeira licença ambiental, a licença prévia, o Grupo Synergy tratou de cumprir as 43 condicionantes indicadas pelos órgãos ambientais, nesse caso IMA e Ibama.

“Em paralelo aos projetos ambientais necessários para a construção, encontram-se em andamento e negociação os contratos com as empresas de engenharia para a execução dos trabalhos estruturais”, disse o diretor.

Dentre os documentos entregues ao IMA, estão incluídos os projetos de detalhamento paras as primeiras providências a serem tomadas na obra, como terraplenagem e construção de canteiros de obra. “Aguardamos somente a licença para darmos início a essas providências”, complementou Max.

Para cumprimento das 43 condicionantes, a empresa contratou uma empresa alagoana para a realização dos estudos ambientais, “o que envolveu uma equipe multidisciplinar, entre biólogos, geólogos, engenheiros civis e sanitaristas”.

Impacto - Para o secretário do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, o estaleiro Eisa Alagoas é uma realidade, dependendo única e exclusivamente da segunda licença ambiental [instalação] para Alagoas receber R$ 1,5 bilhão de investimentos privados e a geração de no mínimo 4.500 postos de trabalho.

O secretário destacou que, mesmo com o empenho no processo de elaboração dos projetos em resposta às 43 condicionantes, o empresário, o governo de Alagoas e o setor produtivo organizado não pararam e elaboraram plano de capacitação de mão de obra para atender o empreendimento e o impacto econômico que ocorrerá na região.

Numa parceria entre o governo de Alagoas, Fiea/Senai, Sebrae, Senac, a população do município de Coruripe e região está sendo assistida para ser beneficiada com a construção do estaleiro e seus impactos.

Em Coruripe e Jequiá da Praia, mais de 150 pessoas já foram capacitadas em cursos de formação de pedreiro e assentador de revestimento cerâmico pelos instrutores do Senai Alagoas. “Neste primeiro momento o foco é a construção civil do empreendimento, mas, na segunda fase, serão atendidas as necessidades que irão nascer com o impacto do Eisa Alagoas”, explicou o gerente do Senai Alagoas, David Maciel.

URL da notícia
+ -

Deixe seu Comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

comments powered by Disqus