Postado em por Assessoria - MPE/AL em Empregos e ConcursosConcursos

URL da notícia
+ -

Divulgado resultado definitivo da prova oral de concurso para promotor


Por Assessoria - MPE/AL

Ministério Público

CadaMinuto - Arquivo

A Comissão do Concurso para a Ingresso à Carreira do Ministério Público do Estado de Alagoas (MP/AL), para provimento de cargos de Promotor de Justiça de 1ª Entrância, julgou improcedentes os recursos contra o resultado da prova oral. Com isso, o resultado publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 5 de junho, tornou-se definitivo. Confira aqui o resultado final publicado na edição do DOE nesta terça-feira.

As respostas para cada recurso estão disponíveis no site da Fundação Carlos Chagas pelo prazo de sete dias a contar da publicação de hoje. Os candidatos habilitados na prova oral serão, oportunamente, convocados para a prova de tribuna e entrega de títulos, após publicação de edital específico.

Exame oral

O exame oral - no qual os participantes tiveram que expressar uma ideia ou um conhecimento à banca examinadora -, foi realizado entre os dias 17 e 20 de maio deste ano e as vagas a serem preenchidas são para o cargo de promotor de Justiça de 1ª entrância, de acordo com o Edital de Abertura de Inscrições publicado no Diário Oficial do Estado de Alagoas em agosto do ano passado.

A relação nominal dos candidatos habilitados foi tornada pública em ordem alfabética. E, para a próxima fase, 127 candidatos, incluindo, claro, os dois aprovados nas vagas para pessoa com deficiência, vão se submeter a prova de tribuna e, por fim, a avaliação de títulos.

O concurso

O certame para o preenchimento de 28 vagas para a Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de Alagoas teve início ainda em 2011, passou por duas etapas no ano passado e, agora em 2013, os novos membros do MPE deverão ser nomeados e, posteriormente, empossados no cargo.

O concurso exige nível superior em Direito, em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, além de comprovação de, no mínimo, três anos de atividade jurídica. A organização do certame está a cargo da Fundação Carlos Chagas e o salário inicial será de R$ 17.581,75. O edital destinou 5% das vagas para pessoas com deficiência.

As quatro primeiras etapas do concurso já foram realizadas: prova preambular, de caráter eliminatório; prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatória; a entrevista e o exame psicotécnico e, por último, a prova oral. As próximas fases consistem na prova de tribuna e, por último, a avaliação de títulos.

O concurso terá validade de dois anos a partir da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez por igual período, a critério da Procuradoria Geral de Justiça.

 


URL da notícia
+ -

Deixe seu Comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

comments powered by Disqus