Postado em por Blog Bernardino em BlogBernardino

URL da notícia
+ -

Prefeito de Piranhas suspende leite das crianças carentes

Esse fornecimento acontecia há anos na cidade e beneficiava mais de 1.000 crianças por dia.


Por Blog Bernardino

Em Piranhas, sertão de Alagoas, não se fala outra coisa senão nos últimos atos do Prefeito médico Dante Alighieri (PDT). É que no ultimo dia 08 desse mês, o prefeito pedetista surpreendeu a todos suspendendo o fornecimento de leite para as crianças carentes da cidade.

Esse fornecimento acontecia há anos na cidade e beneficiava mais de 1.000 crianças por dia.

Dr. Dante Alighieri mandou projeto de lei para o legislativo piranhense no intuito de instituir um “bolsa-leite” no valor de R$ - 50,00 (cinqüenta reais) por mês para cada família beneficiada anteriormente pelo programa de distribuição de leite.

O programa de distribuição de leite (Lei 20/2009) instituído na gestão da ex-prefeita Mellina Freitas (PMDB) abrangia várias ações, como: distribuição de passagens, de medicamentos, consultas e exames médicos, internamentos e procedimentos hospitalares, distribuição de óculos, de materiais escolares e livros didáticos, auxílio funeral, alem da distribuição de leite e cestas básicas para mais de 1.000 (mil) crianças carentes e suas famílias.

No ultimo dia 11/03 o Dr. Dante Alighieri concedeu entrevista na radio Xingó FM (98.1) em Canindé de São Francisco – SE e confirmou no programa Á Hora da Noticia , apresentado pelo radialista Renner Alves, que parou, de fato, a distribuição de leite para as crianças carentes para instituir o programa, segundo o próprio prefeito, intitulado de “bolsa-leite” no valor de R$ - 50,00 por família.

Segundo o Prefeito as mães terão que todo final de mês levar na secretaria de Ação Social de Piranhas as notas fiscais de compra de leite para que a gestão possa ter a certeza de que o dinheiro esta sendo usado para o seu devido fim e não cumprindo as exigências o beneficio será cortado no mês seguinte.

Durante a entrevista do Prefeito de Piranhas , o ex-vereador por Piranhas pelo PTB Cícero de Verinha, participou por telefone da entrevista e se disse indignado com a suspensão da distribuição de leite afirmando ainda que varias mães estavam procurando-o e se queixando que os filhos delas estavam sem o leite e não tinham como comprar.

Questionado pelo apresentador do programa sobre essa questão das mães estarem sem o leite e sem ter como comprá-lo o prefeito foi enfático e disse que as mães fossem comprando fiado e no final do mês pagariam os mercadinhos com o dinheiro do “bolsa-leite”.

O Prefeito disse ainda que o leite que estava sendo distribuído era de péssima qualidade, contendo água e maisena e que os produtores rurais de Piranhas precisavam melhorar a qualidade do leite.

Sobre o fato do município esta em decreto de emergência, podendo assim comprar em caráter emergencial leite e distribuir o prefeito disse que não faria isso, apesar de poder, e que faria uma licitação para compra de leite, mas temia que gigantes como a ‘Camila’ e outras empresas lácteas viessem e ganhassem a concorrência da licitação, fazendo com que o dinheiro circulasse fora do município.

Na quarta-feira(13) pela manhã (13/03), aconteceu no Ginásio Vereador Demócrito Ventura uma reunião do Executivo, Legislativo e mães beneficiadas com o programa de distribuição de leite.

Nesta solenidade o Vereador Bráulio Lisboa (PP) usou à palavra e pediu que a Prefeitura voltasse urgentemente com a distribuição de leite para as Crianças Carentes do nosso Município. 

"Eu quero que o Sr Prefeito volte com a distribuição do Leite para as Mães o imediatamente, é inadmissível que para se por em discussão se cria ou não um cartão, se tenha que interromper com a doação do leite para as crianças, reiterou o Vereador Bráulio sobre aplauso da população que compareceu ao Ginásio.

Passada a palavra para o Vereador Cleudinho de Maristela (PP) concordou com o colega vereador que o "corte" do fornecimento do leite tem criados danos sérios à população piranhense que desde sexta feira (08/03) está sem receber.

O projeto de Lei apresentado pelo Dr. Dante na ultima sessão da câmara de vereadores (08/03) foi colocado em discussão e pode ser votado na próxima sessão (15/03).

Ainda na sessão polemica do dia 08, onde o plenário da câmara ficou lotado, o Vereador Renato Rodrigues (PMDB) fez uso da tribuna da casa e fez uma denuncia grave, segundo o vereador a Prefeitura contratou uma pessoa analfabeta para entregar os remédios no posto de saúde do Distrito Piau e a funcionaria entregou um remédio errado, diferente do receitado pelo medico, e a mãe da criança após observar o erro procurou o mesmo medico para mostrar a situação e o medico afirmou que estava errado e que o uso daquela medicação poderia levar ate a óbito a criança caso a mãe não tivesse observado esse erro da funcionaria.

Ainda no posto de saúde do Distrito Piau o medico Dr. Adilson afirma estar sendo vitima de perseguição, pois ganhava R$ - 9.500,00 (nove mil e quinhentos reais) e desde janeiro, quando o Prefeito novo, Dr. Dante assumiu, o salário do medico vem sendo R$ - 1.800,00 (um mil e oitocentos reais), o medico afirma que já acionou o sindicato e já esta em contato com o ministério publico da comarca de Piranhas.

Desde que assumiu a Prefeitura de Piranhas o Dr. Dante vem sendo criticado nas redes sociais e nas ruas da cidade, um secretario já se demitiu (Secretario de Saúde) e mais dois enfermeiros, Iranny Mesquita e Francisco, também saíram dos cargos que estavam ocupando devido a desentendimentos com o gestor municipal.

A gestão do Prefeito Dante é uma das mais polemicas já vista no município e o Ministério Publico esta sendo ‘provocado’ a agir diante da situação de nepotismo no município, o prefeito tem o sogro Raymundo Rodrigues (Secretario de Finanças), o tio Luis Carlos (secretario de Cultura), a Irma Hylnara Salatiel (procuradora geral) alem de filhos e sobrinhos de secretários municipais ocupando o alto escalão.

acesse>twitter>@Bsoutomaior

URL da notícia
+ -

Deixe seu Comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

comments powered by Disqus