Postado em 12/09/2012 às 12:15 por Redação em Polícia

Estudante é vítima de tentativa de abuso sexual no Campus da Ufal

Homem foi detido, mas como não houve registro de queixa, acabou sendo liberado

Por Redação

Campus da Ufal em Maceió

Divulgação

Uma estudante, que não teve o nome revelado, sofreu uma tentativa de abuso sexual, na manhã desta quarta-feira (12), no Campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em Maceió. O acusado chegou a ser detido por vigilantes da universidade, levado à Central de Polícia por Policiais Militares, mas liberado em seguida, já que a jovem não quis esperar para prestar queixa do caso.

A tentativa de abuso sexual aconteceu no início da manhã, quando a estudante caminhava pelos últimos blocos da universidade. Segundo informações de funcionários que conseguiram socorrer a estudante, o homem se aproximou dela perguntando a hora. Ao responder, a jovem foi surpreendida por ele que passou as mãos em suas nádegas.

Assustada, a estudante reagiu e correu. Os gritos de socorro foram ouvidos por alguns funcionários da universidade que ajudaram a jovem e saíram à procura do acusado. Ele foi localizado quando tentava deixar o campus A.C Simões, localizado na BR-104.

Ao ser reconhecido pela vítima, o homem quase era espancado por populares, mas acabou sendo levado à Central de Polícia, local onde seria registrado o boletim de ocorrência. No entanto, a estudante não quis esperar a chegada das testemunhas e foi embora ser prestar queixa do caso. O homem, que apresentou um documento que atestava ser deficiente mental, foi liberado.

link

Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

captcha Atualizar
  • Alagoana

    Se ele é deficiente mental, com um atestado assinado por um psiquiatra, a denuncia tem que ser outra. Cade os familiares desse homem, que deixam ele sair sozinho? Em AlL os assistentes nao existem??

  • IZINHA

    não quis esperar ............ENTÃO ESPERE QUE ELE VOLTE E TERMINE O SERVIÇO.......MULHER IDIOTA........VAI TER QUE SER PEGA PRA SABER TOMAR PROVIDÊNCIAS.

  • AR

    Realmente o grande problema é o NÃO PRESTAR QUEIXA, agora fica os seguranças talvez até ameaçados, por terem ajudado essa estudante que se quer fez sua parte. é por isso que niquem quer ajudar niquem, por conta dessa vitimas que as vezes nao merecem ser ajudadas.

  • Fernando

    O grande problema é o "não prestar queixa" é justamente onde a impunidade cria e engorda seus filhotes