Postado em por Redação em BlogBispo

Dr. Antonio Pacheco e o Grupo de Ajuda Amor Exigente em Maceió

URL da notícia
+ -


Por Redação

“O Hábito Faz o Monge”

Diz o provérbio popular que “O Hábito Faz o Monge”, isso não só significa que certas vestimentas fazem um tipo para as pessoas que usam como os frades e freiras, assim como os estudantes, os soldados, enfim, todos aqueles que usam essas vestimentas de um modo geral, e isso certamente causa um destaque visual por algum motivo seja por economia, por coesão da empresa, mas, principalmente para mostrar que essas pessoas usam realmente as roupas de suas instituições não só no sentido aparente, mas principalmente no sentido filosófico da empresa onde trabalham, para passar a imagem de união e fraternidade.

Pois bem, a partir de 2005, um grupo de pessoas amigas vendo o caótico estado em que se encontrava Maceió e que agora está pior, resolveu mudar de hábitos, e tentar melhorar a qualidade de vida do alagoano que quisesse ser ajudado principalmente os mais humildes onde não podem e nem tem apoio do governo para minimizar alguns problemas graves como a drogadicção, não sabíamos como, mas tentaríamos fazer alguma coisa diferente para ajudar essa população sofrida e sem acesso a quase nada que poderia melhorar sua qualidade de vida.

Foi após conhecer o Padre Haroldo Hans em visita a seus aposentos em Campinas-SP, que pudemos entender que de fato “O Hábito Faz o Monge” não os hábitos de aparências, aprendemos através deste sábio sacerdote que este dito popular poderia ser empregado no nosso dia a dia, mudando nossas atitudes, eliminado nossas culpas, acreditando piamente que nossos recursos são limitados, tendo a certeza que com amor, nós pais somos gente e que não somos iguais a nossos filhos, porém temos que preservar nossas raízes culturais, pois o comportamento dos nossos entes queridos podem desenvolver crises terríveis dentro de nós, enfim, temos que ter disciplina e exigência, preservando o amor ao próximo.

Isso que o Padre nos explicou é Amor Exigente, um programa de fácil acesso que funciona, e é gratuito, ou seja, quem participa desse grupo é voluntário, e depois dessa conversa e visita resolvemos implantar o Amor Exigente em Maceió, que é um grupo de autoajuda criado por esse Padre cuja função primordial é ajudar pessoas que vivem à beira do desespero por conta do comportamento inadequado vivido por entes queridos.

Primeiro divulgamos, entregamos panfletos do grupo a pessoas amigas e depois, mas precisamente em 12 de setembro de 2006, foi realizada a primeira reunião do Grupo Fênix de Amor Exigente em Maceió no Colégio Diógenes Jucá no bairro do Farol, exatamente nessa data foi fundado o primeiro grupo de AE em Maceió, que funciona até hoje só Deus sabe como, já que alguns sérios problemas principalmente de localização ocorreram, mas a persistência de seus coordenadores, principalmente de Jefferson, D. Genilda e Josefa não deixaram isso ocorrer, a ajuda e confiança no Poder Superior foi de fundamental importância, e hoje funcionamos todas as segundas-feiras realizando nossas reuniões no auditório principal do CEPA.

Aqui está uma breve história do Grupo Fênix, que tem a grata satisfação de estar comemorando agora em setembro, seis anos de existência, e nessa data de aniversário seria interessante lembrar que o grupo atende a uma grande população carente de informações sobre o uso abusivo de drogas em seus familiares aqui de Maceió, e nas nossas reuniões sentimos sempre a presença desse Poder Superior principalmente quando fazemos a nossa oração,e, é nesse momento que vemos as pessoas unidas de mãos dadas clamando por AMOR, FRATERNIDADE e PAZ, que percebemos que sem usar fardas ou vestimentas iguais, apenas com um crachá pendurado no pescoço para nos identificar, e as mãos doando e recebendo amor podemos dizer que realmente “O Hábito Faz o Monge”.

Parabéns Grupo Fênix, a certeza de amor ao próximo está estampada na face de cada um dos coordenadores e membros desse grupo, que Deus continue abençoando, e dando força para ajudar a nossos irmãos, principalmente com Amor e Exigência.

Dr. Antônio Pacheco
 


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.