Postado em por Redação em NotíciasMaceió

URL da notícia
+ -

Bolsa Família: usuários com cartão bloqueado devem se recadastrar


Por Redação

secom

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) convoca as famílias que que não realizaram nenhum recadastro do Programa Bolsa Família de 2009 para cá, e que tiveram o benefício bloqueado, para procurarem os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de sua região ou a sede do Programa, localizado na Rua Barão de Atalaia, 753, Poço, para fazer a atualização cadastral e regularizar a situação.

O prazo para esse procedimento, que terminaria no dia 29 de fevereiro, foi prorrogado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) até o dia 29 deste mês de março, e os responsáveis devem comparecer munidos dos respectivos documentos, e de todos os beneficiários do domicílio, para evitar problemas.

Segundo informações do secretário municipal de Assistência Social, Francisco Araújo, em Maceió existem 87 mil beneficiados do Bolsa Família, e há espaço para cadastro de mais 10 mil.

Ele esclarece que os usuários do programa devem atualizar as informações do cadastro sempre que mudarem de endereço ou de município, quando os dependentes mudarem de escola ou quando houver alteração de renda das pessoas declaradas no cadastro.

A lista com a localização e o contato dos Cras em Maceió é a seguinte: Cras Terezinha Normande (Jacintinho) - 3315-4519; Cras Sônia Sampaio (Jacintinho) - 3315-1645; Cras Dom Adelmo Machado (Prado) - 3315-1586 / 3336-4879; Cras Dênisson Menezes (Cidade Universitária) - 3315-3538; Cras Pitanguinha - 3315-1578 / 3336-6881; Cras Cacilda Sampaio (Vergel) - 3315-2480 / 3336-4764; Cras Cidade Sorriso (Benedito Bentes) – 3315-4597; Cras Bebedouro – 3315-4743; e Cras Santos Dumont - 3315-3554.

URL da notícia
+ -

Deixe seu Comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

comments powered by Disqus