Postado em 04/11/2010 às 18:36 por Redação em Maceió

Força Nacional da Polícia Judiciária chega a Alagoas

Por Redação

Coletiva na sede da Secretaria de Defesa Social

Glécio Rodrigues

A Força Nacional de Polícia Judiciária começa a atuar, amanhã (05), em Alagoas. Durante coletiva na sede da Secretaria de Defesa Social, houve a apresentação oficial do grupo, que permanece no estado até o dia 20 de dezembro. Quarenta pessoas, entre delegados, escrivães e agentes de Polícia, fazem parte da Força Nacional e vão trabalhar em cerca de quatro mil inquéritos relativos a homicídios, que não foram elucidados.

Participaram da coletiva o sub-secretário de Defesa Social Washington Luís, o comandante da Polícia Militar coronel Dário César, o diretor-geral da Polícia Civil Marcílio Barenco, o comandante do Corpo de Bombeiros coronel Neitônio Freitas, a perita Ana Maria Matos, e os representantes da Força Nacional Coronel Cardoso Oliveira e o delegado José Augusto.

De acordo com Washington Luís, o fato de Alagoas ter sido escolhido para a “estreia” da Força Nacional significa um marco na história da segurança no estado. “É um momento ímpar. Seremos um exemplo para o resto do Brasil”, destacou.

O sub-secretário frisou ainda que o trabalho da força-tarefa será bastante difícil, já que inquéritos relativos a homicídios, muitos ocorridos há anos, são difíceis de serem elucidados. “Quando se trata desse tipo de crime, não é fácil”, disse.

Para Marcílio Barenco, a presença da Força Nacional de Polícia Judiciária, irá ajudar a Polícia Civil de Alagoas na conclusão de inquéritos que estão parados desde 2007. “Pessoas públicas podem estar envolvidas e por isso, a força tarefa poderá encontrar dificuldades”, colocou o delegado.

Apoio

Os policiais da Força Nacional contarão com o apoio de agentes da Polícia Civil de Alagoas nas investigações. Nas diligências, as equipes serão reforçadas com policiais alagoanos que as ajudarão a indicar pontos e locais onde informações relevantes sobre o caso podem ser descobertas.

O trabalho da Força Nacional da Polícia Judiciária será concentrado em um prédio, na Rua da Alegria, no bairro do Centro.

 

link

Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

captcha Atualizar
  • são tomé

    EM DELMIRO GOUVEIA SÓ SE FALA NA FORÇA TAREFA,TEM MUITA GENTE PREOCULPADA.AQUI SI TEM MUITOS CRIMES SEM RESPOSTAS ,MAS,TODOS SABEM QUEM FOI, A POLÍCIA SABE TAMBÉM.PEGUÉM O "R" CHEFE DOS PISTOLEIROS COM SUA QUADRILHA DO POSTO DE GASOLINA DA RODOVIÁRIA E TUDO SERÁ SOLUCIONADO. COMECEM POR AQUI.

  • R LESS MARKETING

    Governador, cade o AUMENTO SALARIAL do funcionalismo público, e o direito adquirido $$$$ da POLICIA MILITAR que até agora nada!!!! QUERO VER SE O TOM DE ANJO ADOTADO NA CAMPANHA vai permanecer nesses proximos 4 anos !!!!!!! O praça Militar quer aumento salarial Governador.

  • Pacato cidadão

    se o dinheiro gasto com estes profissionais fosse investido na nossa policia judiciária, com certeza a maioria dos crimes estariam desvendados,ACORDA GOVERNADOR, todo mundo sabe de onde parte a autoria da maoria dos crimes, sobretudo a policia, dê salário e dignidade a policia e veja o que acontece.

  • Delmirense com MEDO

    SE ESSA FORÇA NACIONAL DA POLÍCIA JUDICIÁRIA FOR EM DELMIRO GOUVEIA,ELES SÓ VÃO SAIR DO ESTADO DE ALAGOAS EM 2020,LÁ TODO DIA MATA UM E DEIXA OUTRO AMARRADO PARA AMANHÃ E OS ASSASSINOS FICAM EM LIBERDADE,NÃO SÃO NEM INVESTIGADOS...