Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Presos confessam participação em tentativa de assalto à Caixa, que resultou na morte de policial e vigliante

Informação foi confirmada pelo delegado Paulo Cerqueira

URL da notícia
+ -


Por Redação

O delegado Paulo Cerqueira confirmou, agora há pouco, que os três homens presos, acusados de participar da tentativa de assalto à agência da Caixa Econômica, confessaram que participaram da ação criminosa, que terminou com a morte do policial civil Anderson Lima e do vigilante Aldersandro Pereira. Dois deles foram presos ainda pela manhã e o outro à tarde.

“Alem de eles terem confessado, temos as filmagens e testemunhas que reconheceram”, disse Cerqueira à reportagem do CadaMinuto. O delegado acrescentou que os presos estão sendo ouvidos pela delegada Ana Luiza e devem ser levados para uma das delegacias de plantão de Maceió.

O crime

A tentativa de assalto a Caixa Econômica, localizada na Rua do Sol, no Centro de Maceió, ocorreu por volta das 9horas quando homens armados invadiram o local. A ação aconteceu no momento em que um carro-forte abastecia os caixas eletrônicos do local. Durante a ação, houve troca de tiros entre vigilantes do banco e bandidos.

Santos, vigilante da empresa de transporte de valores Nordeste Segurança, foi atingido com um tiro na nuca, já o policial civil do Tigre foi baleado na testa. Ambos foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE).

O segurança foi baleado ainda na agência, já o policial foi atingido quando saiu em perseguição aos bandidos, nas proximidades da Ladeira do Brito.

 


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.


  • Neto

    Vou dar um conselho, Estar chegando o final de ano e as festas.E com certeza a violência vai aumentar, nós cidadões comuns temos que redobrar os cuidados com NÓS e nossas FAMÍLIAS para não sermos vitimas dos bandidos e da violência, por conta da omissão e incompetência do governo.
  • Neto

    Esse governo(O governador)ñ gosta ñ valorizar os policiais alagoanos, a segurança do estado e o povo de Alagoas. Quem fala ñ são as minhas palavras e sim, os fatos violentos noticiados pela imprensa local e nacional (Contra fatos ñ há argumento. E agora os assassinatos covarde do Anderson e Ferreira
  • LIMA

    CORONEL AMARAL NELES, TEM QUE SER GENTE DE PULSO DA NOSSA TERRA PRA SEGURANÇA PÚBLICA.A ALTA DE TURISMO VEM AÍ!!!! QUE A FORÇA DE DEUS ERGA AS FAMÍLIAS DAS VÍTIMAS.
  • Reuben

    Roubam a Sede da Polícia civil e não dá em nada, vcs acham que roubar banco vai dar em alguma coisa?
  • Felipe Paes

    Foi com grande tristeza que recebi hj a notícia da morte do policial Anderson, eu o conhecia de vista, ele frequentava a academia com sua mulher enquanto seu filho ficava brincando por perto. Era um homem extremamente educado e simpático. Oremos p/ que Deus conforte sua família. 1Tes 4:16.
  • PAULO TAL

    O QUE MAIS FALTA PARA TIRAR ESSA CÚPULA DA SECRETARIA? SERÁ QUE NÃO TEMOS POLÍTICOS PARA VÊ ESSAS DESGRAÇAS QUE ESTÃO ACONTECENDO NO DIA-A-DIA? CADÊ O EXÉRCITO OU SEGURANÇA NACIONAL? TARSO GENRO SÓ VEIO FAZER TURISMO? SERÁ PRECISO A TENHAMOS DE FAZER JUSTIÇA COM AS MÃOS? CADÊ RENAN SUMIU?
  • francisco

    Eu gostaria de saber onde se encontra os defensores dos direitos humanos? Essas pessoas que tanto defendem bandidos nunca aparecem quando fatos lamentaveis dessa natureza acontecem. Como ficam os familiares e amigos desses heróis, será que os direitos humanos vão ajudar de alguma forma essas pessoas
  • Renata Gomes

    É UMA PENA QUE TENHA ESSE FIM POLICIAIS QUE ENFRENTAM BABIDOS NA RAÇA, ONDE Ñ SÃO BEM REMUNERADOS. SÓ A FAMILIA QUE SOFRE AGORA COM A TRISTEZA DE PERDER UM ENTE QUERIDO POR MARGINAIS, MISÉROS QUE Ñ TEM CORAGEM DE SER HOMEM E TRABALHAR DIGNAMENTE. CADEIAS NELES!
  • Renata Gomes

    É UMA PENA QUE TENHA ESSE FIM POLICIAIS QUE ENFRENTAM BABIDOS NA RAÇA, ONDE Ñ SÃO BEM REMUNERADOS. SÓ A FAMILIA QUE SOFRE AGORA COM A TRISTEZA DE PERDER UM ENTE QUERIDO POR MARGINAIS, MISÉROS QUE Ñ TEM CORAGEM DE SER HOMEM E TRABALHAR DIGNAMENTE. CADEIAS NELES!
  • ADEPOL ALAGOAS

    A Adepol de Alagoas está de luto pela perda irreparável do Policial Civil Anderson de Lima Silva, um exemplo a ser seguido por todos que fazem a segurança pública em Alagoas, pela sua hombridade, caráter e dedicação a Polícia Civil de Alagoas.