Cada Minuto

buscar

Polícia

assine RSS

Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Polícia confirma que Bárbara Regina foi morta por Vanessa Ingrid; dados serão repassados em coletiva

Delegados darão detalhes sobre a morte em entrevista coletiva

Após quase oito meses sem informações sobre o paradeiro da jovem Bárbara Regina, a Polícia Civil de Alagoas parece ter encontrado as respostas para o caso. O delegado Cícero Lima, da Delegacia de Homicídios confirmou ao Cada Minuto que a jovem foi morta por dívidas relativas a prostituição por Vanessa Ingrid, a PC convocou uma coletiva, na manhã desta quinta-feira (25) para esclarecer o caso.

A conclusão do inquérito acontece dias após a cúpula da segurança pública receber duras críticas durante sessão do Pleno do Tribunal de Justiça. Na ocasião, a desembargadora Elisabeth Carvalho citou o caso de Bárbara e de uma gestante de Penedo, que estavam desaparecidas e polícia ainda não havia encontrado respostas.

Segundo o delegado, Bárbara teria sido morta por pessoas ligadas a Vanessa Ingrid, que está presa acusada de matar queimada no início deste ano Franciellen Rocha. O delegado diz ainda que Bárbara era garota de programa e que Vanessa comandava um esquema de prostituição. A morte aconteceu por conta de dívidas.

Bárbara Regina desapareceu no dia primeiro de setembro, após sair de uma boate na Pajuçara. Imagens do circuito interno de segurança mostram o momento exato em que a jovem saiu acompanhada de Otávio Cardoso, o qual teria assumido para amigos ter matado a jovem por ela ter se negado a fazer sexo.

Otávio que já tem passagem pela policia por ter tentando assassinar o próprio pai está foragido.  

Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Bando armado assalta estabelecimento comercial e leva cerca de R$ 2 mil

Um estabelecimento comercial foi invadido por quatro indivíduos armados nessa quarta-feira (24). Imediatamente eles anunciaram o assalto ao supermercado, localizado na Avenida Vereador Dario Marcílio, no bairro do Tabuleiro dos Martins, e saíram do local levando cerca de R$ 2 mil.

Funcionários e clientes foram surpreendidos pela ação criminosa. Armados o bando ameaçou quem estava no local, roubando R$ 2.200 mil. Eles conseguiram foragir logo após cometer o crime.

Duas guarnições da polícia estiveram no supermercado  e registraram a ocorrência. Diligências foram realizadas para tentar localizar os indivíduos, mas os militares não obtiveram êxito na ação.

Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Perigoso criminoso de Alagoas é preso por agentes da Deic em Santa Catarina

Ele estava foragido há vários meses e foi capturado numa empresa que trabalhava no estado

A Polícia Civil de Alagoas confirmou, nesta quinta-feira, a prisão de Weider Monteiro, conhecido como “Nego da Barra”. Apontado pela polícia como um dos homens mais perigosos do estado, ele foi detido no interior do estado de Santa Catarina após um trabalho de investigação e inteligência da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), coordenados pela delegada Ana Luiza Nogueira.

Durante a abordagem de policiais, Nego da Barra não reagiu à prisão. Segundo informações divulgadas por um site de notícias do interior de Alagoas (o Alagoasweb), Weider Monteiro estava trabalhando a mais de três meses em uma empresa na cidade onde foi preso.

O criminoso vinha sendo investigado pela polícia alagoana a mais de 30 dias, mas só foi preso nesta quarta-feira (24), após a polícia ter todas as informações de que o acusado não estaria envolvido em crimes no Sul do país. Ele deve ser transferido para Maceió nos próximos dias.

De acordo com a delegada Ana Luiza Nogueira, diretora da Deic, “Nego da Barra”, tem envolvimento em uma série de crimes em  Alagoas: homicídios, assaltos, ataques a bases da Polícia Militar e delegacias, além de ter ligação com o tráfico de drogas em Alagoas. A delegada disse que ele é um dos foragidos mais procurados pela polícia nos últimos meses e que mais informações sobre a prisão serão divulgadas ainda hoje.

Dentre os crimes de maior repercussão no estado está a morte da adolescente Damaris Josielle Santos, de 19 anos. O corpo da jovem foi encontrado em uma cova rasa numa mata na zona rural do município de Marechal Deodoro. 

Segundo as investigações policiais, Damaris pode ter sido morte devido seu envolvimento com o tráfico de drogas e a participação em crimes na capital alagoana. A Polícia Civil acredita que ela tenha participado de um assalto a uma casa lotérica em Maceió e acabou sendo morta pelos integrantes da quadrilha. 

O assalto acabou sendo frustrado já que a polícia investigava a jovem e a seguiu no dia do crime, que terminou com um assaltante morto e outro baleado. Na abordagem militar, duas pessoas acabaram fugindo num veículo, uma mulher e um homem, que a polícia acredita se tratar de Damaris. 

Como os assaltantes não conseguiram completar a ação, a jovem pode ter sido assassinada após a desconfiança de que ela teria ajudado a polícia e denunciado o grupo. 

Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Criminoso aborda taxista que reage entrando em luta corporal

Na confusão um tiro foi efetuado, mas ninguém atingido. O bandido foragiu

Um indivíduo armado tentou assaltar um taxista na madrugada desta quinta-feira (25) em frente a Praça da Maravilha, no bairro da Ponta da Terra, no entanto a vítima reagiu entrando em luta corporal com o bandido. Durante a confusão um tiro foi disparado, mas ninguém se feriu e o criminoso empreendeu fuga.

Quando a guarnição motorizada da Rocom pertencente ao 1° Batalhão de Polícia Militar chegou ao local o taxista Nailton Benedito da Silva, 23, relatou os momentos de pânico que tinha sofrido.  Ele contou que foi abordado rapidamente e que no mesmo instante reagiu, lutando contra o acusado. A arma do criminoso chegou a disparar e ele fugiu deixando ela cair.

Os militares apreenderam o revólver Taurus calibre 38, com capacidade para cinco munições, tendo quatro intactas e uma deflagrada, e registraram a ocorrência.

Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Duas ossadas de mulheres foram encontradas na Barra de São Miguel

Eles teriam sido executadas com tiros na região da cabeça

Ossadas de duas mulheres foram encontradas nessa quarta-feira (24) em uma grota próxima a Fazenda Estiva, na região conhecida como Boca do Niquim, no município de Barra de São Miguel. Segundo a polícia elas foram vítimas de arma de fogo.

A guarnição motorizada pertencente a 5ª Companhia Independente foi acionada e ao chegar ao local constatou o fato. As duas ossadas são de duas mulheres executadas com tiros na região da cabeça.

O Instituto de Criminalística também compareceu ao local e analisou a cena em que os corpos as vítimas foram encontradas e posteriormente encaminhou as ossadas ao Instituto Médico Legal. Uma Equipe da Delegacia também acompanhou os trabalhos para instaurar um inquérito e apurar o que pode ter acontecido.

Postado em por Gilca Cinara em NotíciasPolícia

Operação prende dez pessoas acusadas em assaltos, tráfico de drogas e homicídios

Prisão ocorreu após denúncias de moradores

As denúncias de moradores do Vale do Reginaldo ajudaram a Polícia Militar a localizar e prender dez pessoas acusadas de envolvimento com tráfico de drogas, homicídios, assaltos a ônibus e roubos.  As prisões ocorreram nesta quarta-feira (24) e contou a participação de 30 policiais do 1° Batalhão e da Rádio Patrulha.

De acordo com o major Monteiro, coordenador da operação, há um mês, com as denúncias através do número 181, homens do Serviço da Inteligência da PM começaram a fazer o levantamento de informações sobre a atuação da quadrilha. “Nós tínhamos dificuldade de prender esse grupo porque eles vivam dispersos pelo Vale do Reginaldo. Hoje aproveitamos a força divina da chuva e pegamos essa parte”, afirmou o major.

Segundo ele, a quadrilha é extensa, inclusive, com participação em assaltos a bancos no interior do estado. Com o bando foi apreendido duas espingarda calibre 12, uma metralhadora de fabricação caseira, seis revólveres calibre 38, 30 cartuchos de munições calibre 38, seis cartuchos calibre 12, 400 gramas de crack, blaclava, balança de precisão, carteiras e cartões de créditos.

Os presos foram Elizabete da Silva Santos, Alan Delon Batalha de Cabral, 19, Jardson Vitor Santos, 19, Sebastião Gomes da Silva Filho, 18, Darlan Vieira de Martins, 18, Paulo Ricardo, 18, José Mário da Silva, 27, Cleverton Wellington, 20, Felipe Nascimento, 21, e um adolescente de 17 anos.  

O acusado Jardson Vitor responde na Justiça pelo crime de roubo e estava em liberdade vigiada, sendo monitorado pela tornozeleira eletrônica. Ele negou ter participação com a quadrilha e afirmou que estava no local comprando drogas.   Todos os acusados negaram ter envolvimento com os crimes.

Eles foram conduzidos para a Central de Polícia, onde prestaram depoimento e foram autuados em flagrante. 

Postado em por Assessoria em NotíciasPolícia

Polícia Civil de Alagoas prende foragido do Rio de Janeiro

 

Agentes do 8º Distrito da Capital, comandados pela delegada Luci Mônica, prenderam nesta quarta-feira (24), no bairro Benedito Bentes, o taxista Luiz Carlos Dionísio, 62, foragido da Justiça do Rio de Janeiro.

Acusado de assassinar o ex-policial militar Ademir Góis, durante uma briga de trânsito, na Capital carioca, Luiz Carlos teve a prisão preventiva decretada pelo juiz da 3ª Vara Criminal do Rio, Murilo André Kieling Cardena Pereira.

A delegada informou ainda que, levantamentos realizados depois da prisão, revelaram que Luiz Carlos também responde a processo e tem prisão preventiva decretada na 4ª Vara da Comarca de Palmeira dos Índios (AL), também por homicídio.

“Após a prisão do acusado, cumprindo o mandado do Judiciário carioca, realizamos os levantamentos e constatamos mais este crime. Ele vai ser levado agora para a Casa de Custódia da Polícia Civil, onde ficará à disposição a Justiça”, acrescentou a delegada.

Segundo foi apurado, depois de cometer o crime no Rio de Janeiro, Luiz Carlos veio para Alagoas, passando a residir no Benedito Bentes e trabalhar como taxista, até que foi localizado pela polícia alagoana.

Postado em por Teresa Cristina com Karine Amorim - colaboradora em NotíciasPolícia

Motoqueiro é assassinado a tiros no Conjunto José Tenório

Atualizado às 14h49.

A Polícia Militar registrou um homicídio, na tarde desta quarta-feira (24), no Conjunto José Tenório, no bairro da Serraria. Edvaldo Siqueira dos Santos, 33, que estava em uma moto, foi morto a tiros na Rua Presidente Getúlio Vargas.

De acordo com informações de militares do 1º Batalhão, testemunhas contaram que cerca de seis tiros foram disparados por ocupantes de um Fox preto, de placa não anotada. Familiares relataram à Polícia que a vítima não tinha inimizades nem envolvimento com drogas.

Edvaldo trabalhava como vigilante noturno e estaria indo buscar a filha na escola quando foi assassinado. Militares do Batalhão de Eventos foram acionados para a ocorrência.

Postado em por Agência Alagoas em NotíciasPolícia

Alagoas reduz em 23% homicídios na capital e vai investir R$ 200 milhões contra o crime

 

Na semana em que completa 10 meses da implantação do programa Brasil Mais Seguro, o Governo de Alagoas destaca avanços na área de Segurança Pública. Entre as principais conquistas, está a redução de 23% no número de crimes violentos letais e intencionais (CVLIs) desde que foi firmada a parceria entre os governos estadual e federal para a redução da criminalidade na capital.

Em 2012, depois de 12 anos, o Governo conseguiu estancar e reduzir a curva ascendente nos número de CVLIs. Alagoas obteve, segundo o Ministério da Justiça, o melhor resultado do País na redução dos índices da violência no período. O Governo espera obter resultados ainda mais significativos nos próximos meses de 2013, considerando que o Estado está investindo R$ 200 milhões na área da segurança ainda este ano.

“O Brasil Mais Seguro foi um pacto firmado entre a União e o Estado de Alagoas, através de seus três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário –, além do Ministério Público, cada um se comprometendo a ajudar na redução dos índices de criminalidade no Estado no seu âmbito de competência”, ressaltou o secretário da Defesa Social, Dário Cesar.

O secretário ressaltou que representantes dos Três Poderes estarão reunidos nesta sexta-feira (26), quando representantes do Ministério da Justiça e o governador Teotonio Vilela vão repactuar o programa, e no sábado (27), durante a reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI).

Até agora, segundo dados da Secretaria da Defesa Social, após a implantação do programa, já houve uma redução acumulada no número CVLIs da ordem de 11,88%, resultando na preservação de 186 vidas em todo o Estado. Durante o período, foram registradas no Estado 1.379 mortes, contra 1.565 no mesmo período anterior. Na capital, a queda do índice de mortes violentas foi ainda maior: 23,03%, com o registro de 488 mortes contra 634 no mesmo período.

Governo investe em infraestrutura e reforça efetivo

Com orçamento para investir na área da segurança pública na casa de R$ 200 milhões, o que é inédito, já que a média anual ficava na casa dos R$ 9 milhões, o secretário da Defesa Social, Dário Cesar, destacou alguns dos projetos que já estão ajudando Alagoas a reduzir a criminalidade e restabelecer a cultura da paz entre os alagoanos. “Implantamos o videomonitoramento, ampliamos o número de bases comunitárias de segurança em Maceió e no interior, realizamos o concurso público para aumentar os efetivos das polícias Civil e Militar, adquirimos um helicóptero moderno, entre outros avanços”, ressaltou.

Novos investimentos serão feitos ainda no decorrer deste ano. “Agora em julho, estamos inaugurando o presídio do Agreste, com 800 vagas. Serão mais dois presídios em Maceió, com 1,2 mil vagas, além da transformação do Baldomero Cavalcanti em unidade de regime semiaberto. Iremos implantar a radiocomunicação digital e criar os Departamentos de Homicídios e de Narcóticos, com a nomeação dos novos policiais civis”, frisou Dário Cesar.

Na manhã desta terça-feira, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, comandou pessoalmente uma operação para cumprir mais de 50 mandados de prisão de acusados em crimes na parte alta de Maceió. “Estamos apertando ainda mais o cerco contra a criminalidade. No ano passado, prendemos 85 assaltantes de banco, o que representa 400% a mais que em 2011. Passamos de 1,9 mil inquéritos concluídos no último trimestre de 2012 para 2,6 mil nos últimos três meses. Em fevereiro, a média de homicídios esclarecidos foi de 82%”, destacou Cerqueira.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dimas Barros, também apresentou números que merecem destaque. Segundo os dados da PM, somente os grupamentos subordinados ao Comando de Policiamento da Capital apreenderam 236 quilos de maconha, 18 quilos de crack e quase sete quilos de cocaína no ano passado. É de se destacar ainda a prisão de 14 criminosos que chefiavam quadrilhas de tráfico e outros crimes durante operações desencadeadas em todo Estado.

Lei Seca

O delito de embriaguez ao volante também está sendo combatido de forma veemente, o que ajuda a salvar vidas. Em um trabalho conjunto, Polícia Militar e do Departamento Estadual de Trânsito vêm fazendo blitzes de Lei Seca em vários pontos da capital e do interior. Desde que começou com o programa Brasil Mais Seguro, já foram abordados 6.128 veículos, 6.239 testes do bafômetro foram realizados, 71 flagrantes feitos, 389 veículos recolhidos e 2.018 infrações foram registradas e penalizadas.

Mas além da preocupação em evitar e investigar os crimes, o Governo também investiu no salvamento de vítimas de acidentes. Em março deste ano, o Corpo de Bombeiros ganhou dez modernas viaturas de resgate, além de investir na qualificação dos integrantes da corporação: 20 bombeiros fizeram um treinamento de especialização em combates de grandes incêndios.

Desarmamento

O secretário destaca que o retorno da população ao trabalho que vem sendo desenvolvido para reduzir a violência em Alagoas. “Estamos construindo uma cultura de paz entre os alagoanos. Isso pode ser visto através da entrega voluntária de armas, que vem sendo feita pela população. Com 347 armas recebidas, Alagoas assumiu o segundo lugar no ranking proporcional da Campanha do Desarmamento no Brasil, segundo dados do Ministério da Justiça. Isso representa confiança por parte dos alagoanos no trabalho que vem sendo executado e que vem sendo demonstrado através dos números”, ressaltou o secretário Dário Cesar.

Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Seis motoristas tiveram seus veículos roubados nessa terça-feira em Maceió

Seis roubos de veículos foram registrados durante toda essa terça-feira (23), segundo o relatório da Secretária de Estado da Defesa Social. Nas ações indivíduos armados tomaram três carros e três motos. Os condutores viveram momentos de pânico .  A polícia realizou buscas em todos os casos, mas não obteve sucesso em localizar os criminosos.

Uma moto Honda CG de cor vermelha e placa OHH 1841, foi o primeiro veículo roubado. O crime ocorreu em plena luz do dia, por volta das 11h30, quando dois indivíduos armados renderam o condutor na Rua Miguel Palmeira, no bairro do Farol, e anunciaram o assalto.  Após a concretização do delito, eles empreenderam fuga tomando destino ignorado.

No começo da noite outra moto roubada, uma Dafra de cor  cinza e placa OHK 7615. Ela também foi tomada em assalto no bairro do Farol, por um indivíduo armado que também conseguiu foragir.

Menos de uma hora depois mais uma moto levada pela ação de criminosos,  desta  vez uma Honda de cor vermelha e  placa MVA 1658. A ação criminosa foi realizada na Rua Getúlio Vargas, no bairro da Serraria, por uma dupla armada. Eles tomaram destino ignorado após concretizar o roubo.

Duas horas depois era a vez dos carros serem as vítimas dos assaltos. A primeira  vítima foi Cristiane Medeiros Torres, que teve seu veículo , um Renalt Simbol de cor cinza e placa NME 4709, roubados na Rua Doutor Antônio Cansanção, no bairro de Ponta Verde, por  dois homens armados.

E a polícia não tinha descanso, meia hora depois registrava mais uma ocorrência. Novamente uma dupla armada tomou em assalto um Fiat Strada de cor verde e placa NMO 3064. O crime ocorreu na Travessa José Olímpio, no bairro do Jacintinho.

No final da noite outros dois indivíduos armados roubaram, no bairro da Cidade Universitária, um Citroen C3 cor prata e placa NMB  4302. Como em todos os casos anteriores eles conseguiram fugir.

A polícia fez uma alerta  geral para todas as guarnições e realizou diligências no sentido de localizar os acusados, mas não conseguiram obter sucesso.

Postado em por Teresa Cristina em NotíciasPolícia

Associações militares dizem que violência não é responsabilidade apenas de Dário César

Aspra e Assomal se posicionaram diante de declaração de Elisabeth Carvalho do Nascimento

As declarações da desembargadora Elisabeth Carvalho do Nascimento sobre a atuação do secretário de Defesa Social Dário César estão repercutindo entre vários segmentos. O assunto, que gerou polêmica nas redes sociais, também tem sido tema de discussão associações e entidades de classe.

De acordo com o major Welligton Fragoso, presidente da Associação dos oficiais militares de Alagoas (Assomal), a discussão sobre violência no estado é muito complexa e não se pode atribuir os índices de criminalidade apenas ao secretário. Ele frisou que Dário tem sua responsabilidade, mas que sozinho não conseguirá combater a criminalidade.

“O aumento da violência não é culpa exclusiva da Secretaria de Defesa Social. Quando se fala em segurança há muitos órgãos envolvidos e falo do Judiciário, secretarias de Trabalho, de Educação. Todos os órgão precisam dar a sua contribuição, se não a coisa não funciona”, opinou Fragoso.

O presidente da Assomal afirmou também que Dário César não pode se eximir de suas responsabilidades, mas não pode assumir a atribuição sozinho de combater a violência no estado. “Não se pode botar a carapuça toda nele. A Secretaria de Defesa Social está pecando sim, mas não sozinha”, frisou ele.

Wagner Simas, presidente da Associação dos praças de Alagoas (Aspra), concorda com Fragoso e diz que quando se fala em diminuição da violência é necessário que se haja uma discussão ampla envolvendo também, além dos órgãos competentes, a sociedade.

“Segurança pública tem uma secretaria que cuida, mas não pode ser comente ela. O secretário Dário César pode estar pecando por centralizar as ações, mas não pode ser culpado sozinho por isso”, colocou Simas.

O caso

Durante uma sessão no Pleno do Tribunal de Justiça, na manhã de ontem (23), Elisabeth do Nascimento criticou a gestão de Dário César à frente da Defesa Social em Alagoas. A desembargadora questionou, inclusive, a permanência dele no cargo. 

Elisabeth citou casos de violência que não tiveram solução em Alagoas, como os desaparecimentos de Bárbara Regina e Roberta Dias. 

Postado em por Assessoria - PC-AL em NotíciasPolícia

Operação “Paz na Cidade” combate a criminalidade em Maceió

 

A Polícia Civil de Alagoas deflagrou nesta terça-feira (23) a Operação “Paz na Cidade” que visa o combate à criminalidade na parte alta de Maceió que vem registrando índices altos de violência.

Cerca de 60 policiais da Deic (Divisão Especial de Investigação e Capturas), Asfixia, Grupo Especial de Apoio à Investigação – GEAI, Delegacia Geral e da DPJM (Diretoria de Polícia Judiciária Metropolitana) participam do trabalho voltado à repressão ao tráfico de drogas, homicídios, roubos e assaltos a coletivos.

Um helicóptero da Secretaria de Estado da Defesa Social (Seds) dá apoio aos policiais civis em terra. O delegado-geral Paulo Cerqueira e o diretor de Polícia Judiciária Metropolitana (DPJM), Carlos Reis, acompanham as equipes.

De acordo com o delegado-geral, o objetivo da operação é inibir a ação de criminosos, e também cumprir mandados de prisão e busca e apreensão. “Muito desses mandados são antigos, e precisamos atualizar os nossos bancos. Por isso, estamos nas ruas, inclusive utilizando pessoal lotado nos departamentos da instituição”, acrescentou.

Inicialmente, o trabalho se concentra nos bairros localizados nas áreas do 8º e 10º Distritos da Capital. “Mas nossa intenção é estender essa operação a toda a região metropolitana e também ao interior do Estado”, disse.

Na área do 8º DP, comandado pela delegada Luci Mônica, os policiais civis cumpriram mandado de prisão expedido pela 5ª Vara da Capital contra José Wanderson da Silva Santos, 25 anos, acusado de crime de receptação.

Durante abordagens realizadas no Benedito Bentes, várias motocicletas foram apreendidas e levadas para a delegacia distrital. O diretor de Polícia Judiciária Metropolitana, Carlos Reis, informou que outras áreas da cidade serão alvo da operação. “Nosso objetivo é atacar todas as modalidades de crime, com atenção especial para o tráfico de drogas e uso ilegal de armas que são causa do grande índice de homicídios em nossa cidade”, completou.

O delegado-geral Paulo Cerqueira lembrou que este é um novo momento do Plano Brasil Mais Seguro. "Estamos novamente apertando o cerco para reduzir a criminalidade. É também um momento de ajustes, de analisar o que ainda o Estado falta fazer para reduzir a criminalidade", concluiu.

Postado em por G1 em NotíciasPolícia

Menino de 11 anos é detido por suspeita de participar de roubos

A Polícia Militar deteve sete suspeitos de participar de um grupo que fazia arrastões a pizzarias e roubos de motos na região da Penha, Zona Leste de São Paulo, na noite desta segunda-feira (22). Um dos detidos tem apenas 11 anos.

Os suspeitos já tinham roubado uma moto na noite desta segunda e o proprietário havia acionado a polícia. “Foi assustador. Eles chegaram já ameaçando, falando que ia matar”, disse a vítima. 

A quadrilha, que raspava os chassis e mudava as placas das motos, já era procurada pela polícia.

Quando foram surpreendidos pelos policiais, eles se preparavam para atacar um grupo de estudantes de uma universidade no Tatuapé. Além do menino de 11 anos, outros três menores estão entre os suspeitos detidos. 

Pinheiros
Ainda na noite desta segunda, um adolescente comandou um arrastão a um restaurante japonês em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, segundo clientes. Ninguém foi preso nessa ação.

Postado em por Assessoria em NotíciasPolícia

Acusada de aplicar golpe em mais de 90 pessoas é procurada pela Polícia

A Polícia Civil de Alagoas divulgou nesta terça-feira (23) fotografia de Ana Maria de Melo, 42, acusada de crime de estelionato e que teve prisão preventiva decretada pelo juiz Jamil Amil Holanda Ferreira. De acordo com investigações comandadas pela delegada Luci Mônica, do 8º Distrito da Capital, afirmando ter parentesco com conhecido político alagoano, a mulher conseguiu enganar pelo menos 90 pessoas na região do Benedito Bentes.

Ela dizia a suas vítimas que, caso pagassem uma taxa, na maioria das vezes estipulada em R$ 500, seriam contempladas com um imóvel do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. O golpe começou a ser aplicado em 2011, e desde então a mulher vem ludibriando suas vítimas sempre com a promessa de que ganhariam suas casas.

A Polícia vem realizando diligências para prender a acusada, e com a publicação da fotografia espera contar com a ajuda da população para localizá-la.

Quem tiver informações pode ligar para o Disque Denúncia 181. O anonimato é garantido.

 

Postado em por Redação em NotíciasPolícia

Exame de DNA confirma autoria de estupro e homicídio de estudante no sertão alagoano

Resultado será encaminhado para delegacia responsável pela investigação do caso.

A estudante de enfermagem Eliene da Silva Nunes foi estuprada antes de ser assassinada em Olho D’Água das Flores. A confirmação veio com o laudo emitido pelo laboratório de DNA Forense da UFAL, a partir de uma análise laboratorial do réu, Rubens Soares da Silva, que já está preso pelo crime. O laudo foi recebido nesta terça-feira (23) pelo Instituto de Criminalística (IC).  

O crime que chocou a população alagoana aconteceu no dia 28 de março na cidade de Olho D’Água das Flores, sertão do estado. O corpo da vítima foi encontrado com golpes de arma branca num terreno baldio, totalmente despido e com sinais de luta corporal e estupro, por conta disso, o delegado responsável pelo caso solicitou o exame.

Com a autorização da justiça, a perita criminal Rosana Coutinho esteve no hospital, aonde o acusado encontrava-se internado após ser espancado, e recolheu uma amostra genética. Esse material foi enviado para o laboratório de DNA Forense da UFAL, que a pedido do IC priorizou o exame que comparou a amostra do acusado com o sêmem recolhido no exame de necropsia da vítima.

“Mesmo o acusado declarando ser o autor do crime, o Código de Processo Penal afirma que independente da confissão tem que se ter a realização da prova técnica, neste caso específico, o exame de DNA, pois além da confissão não suprir a prova pericial, o exame ratifica a declaração do acusado.”, esclareceu Rosana Coutinho.

Outra vantagem do exame é que se futuramente o acusado negar o fato, ou levantar suspeitas de como a sua confissão foi adquirida pelas autoridades policiais, o exame confirma a sua presença na cena do crime. E neste caso o exame deu 100% de acerto.  “O resultado confirma a hipótese de que o DNA de origem masculina presente no suabe vaginal da vítima é proveniente de Rubens Soares da Silva”, diz o laudo.

“O exame de DNA é de extrema importância nestes casos porque ele confirma tecnicamente a autoria e presença do autor na cena do crime, isso demonstra também que os locais de crime são ricos em vestígios e quando bem preservados e periciados, como ocorreu neste caso, pode se levar a identificação e prisão do acusado.”, afirmou o diretor.

O resultado positivo que comprova totalmente à participação de Rubens no estupro e assassinato da vítima será entregue hoje a tarde ao delegado Robervaldo Davino, diretor de Polícia Judiciária da Área 1 (DPJA-1) que remeterá o exame para a delegacia distrital de Olho D’Água das Flores. A análise laboratorial deverá ser anexada ao inquérito policial que será remetido a justiça. 

Fonte: Ascom Perícia Oficial