Postado em por Redação em NotíciasPolícia


Arquiteta, jornalista e filho são alvo de criminosos no bairro do Poço

Viatura da PM

Cortesia - Alagoas24horas/ Flávia Duarte

No início da noite desta sexta-feira (27), uma arquiteta, uma jornalista e seu filho foram alvo de ação criminosa na Avenida Brasil, no bairro do Poço, quando estavam na porta de casa.

De acordo com a jornalista, que preferiu não se identificar, dois indivíduos em uma moto Twister, de cor amarela e placa MVO 7025, anunciaram o assalto no momento em que a amiga arquiteta caminhava em direção ao seu veículo. A placa da moto foi anotada por populares.

“Eu estava com meu filho na porta de casa para me despedir de minha amiga – a arquiteta - quando dois homens em uma moto pararam próximo a nós. Um deles veio em nossa direção e anunciou o assalto enquanto o outro esperava na moto”, explicou.

Ao CadaMinuto, a jornalista relembra o momento de pânico. “Nós ficamos muito assustados. Na hora, fiquei sem reação”, relembra, destacando que diante do anuncio do assalto, a amiga correu. “Pensei que o homem iria atirar contra nós, principalmente na minha amiga que correu ao ser feito o anúncio”. A arquiteta conseguiu escapar ilesa.

Com a fuga da amiga, jornalista e filho continuaram sendo o alvo e tiveram os celulares roubados. “Não tínhamos nada naquele momento, além dos celulares. Eu estava com uma pulseira e colar com algum valor, mas eles não perceberam. O alvo deveria ser a minha amiga, já que ela estava com a bolsa e chave do carro em mãos para ir para a casa”.

As três vítimas acionaram a polícia para realizar rondas na região. A suspeita é de que a moto utilizada seja roubada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Exibir comentários

Postado em por Terra em NotíciasPolícia


Ex-mulher é condenada pela morte de executivo da Friboi

Giselma Campos Magalhães foi condenada a 22 anos e seis meses, mas vai aguardar o recurso em liberdade

Reprodução

Os irmãos Giselma Campos Magalhães e Kairon Vaufer Alves foram condenados, respectivamente, a 22 anos e seis meses e a 21 anos de prisão inicialmente em regime fechado pela morte do ex-diretor da Friboi, Humberto de Campos Magalhães, 43 anos, em dezembro de 2008. Giselma, ex-mulher de Humberto, foi apontada como a mandante do crime, com agravantes de motivo torpe e emboscada, mas irá aguardar o recurso em liberdade, amparada por um habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal.

Kairon, por sua vez, foi co-autor da morte, por ser considerado culpado ao contratar Osmar Gonzaga Lima (que cedeu a arma) e Paulo dos Santos, que atirou no empresário. Da pena, será descontado o tempo que os irmãos estiveram detidos aguardando o julgamento. Giselda esteve presa por um ano, cinco meses e 29 dias e Kairon ficou detido quatro anos, cinco meses e 17 dias. Osmar e Paulo receberam penas de 20 anos de prisão cada um pelo homicídio, em julgamento anterior.

Durante os debates, a defesa insistiu na tese de que havia dúvidas sobre a participação de Giselma no crime. E justamente por isso, os jurados deveriam absolvê-la. Durante o julgamento ela negou, em todos os momentos, ter participação na morte de Humberto.

"A prova de que há dúvidas é a postura dos filhos de Giselma. Enquanto um culpa a mãe pela morte, o outro diz não acreditar que a mãe tenha envolvimento no crime", disse o advogado Mauro Nacif.

O promotor José Carlos Cosenzo se apoiou nas investigações policiais para mostrar que Giselma arquitetou a morte do ex-marido por ciúmes, já que ele vivia com uma nova companheira, e para ter vantagens financeiras, já que o ex-marido tinha muitos bens em seu nome, adquiridos durante o casamento de cerca de 20 anos com ela.

A defesa de Kairon teve uma postura diferente, já que o réu é confesso. Pediu aos jurados que avaliassem a sua conduta e percebessem que ele foi induzido pela irmã de Giselma a participar do crime. O objetivo era diminuir a pena por uma eventual condenação.

Como foi o assassinato
Na noite do crime, Magalhães havia saído com seu Mercedes-Benz até a rua Alfenas, próximo à sua casa, após receber um telefonema - do telefone celular de seu filho - dizendo que ele teria passado mal e estaria ali. Um morador do local, em depoimento à polícia, disse que o executivo tocou a campainha de sua casa várias vezes. Quando atendeu, Magalhães contou a ele que tinha recebido uma ligação dizendo que seu filho estaria ali e havia uma criança chorando naquela casa - o que, segundo a polícia, seria uma espécie de senha combinada previamente com alguém.

O morador, que nada tinha a ver com o combinado, disse que não havia nenhuma criança chorando no local. Depois, observou o executivo caminhar até o carro, onde um motoqueiro o esperava. Após uma breve conversa com Magalhães, o motoqueiro atirou nele e fugiu. Na época, a polícia disse que a senha poderia ter sido uma armadilha dos bandidos para checar se a vítima estava com proteção policial.


Exibir comentários

Postado em por Assessoria em NotíciasPolícia


Cespe divulga resultado final do concurso da PM; Confira a lista

Mil convocados darão início ao curso de formação na primeira quinzena de outubro.

Quartel da PM

CadaMinuto - Arquivo

A Secretaria de Estado da Gestão Pública (Segesp) divulgou nesta sexta-feira (27), no site do Cespe/UnB (www.cespe.unb.br), a lista final dos aprovados no concurso público para o cargo de soldado combatente referente ao concurso público para preenchimento de vagas e formação de cadastro de reserva do quadro da Polícia Militar do Estado de Alagoas (PMAL). Mil convocados darão início ao curso de formação na primeira quinzena de outubro.

Nesta segunda-feira (30), com a divulgação do resultado final no Diário Oficial do Estado, será aberto o processo de autorização para a convocação dos candidatos aprovados para o curso de formação – que tem duração de um ano.

Os aprovados deverão se apresentar portando documentos pessoais, carteira de reservista original, PIS/Pasep e comprovar os requisitos básicos para a inserção na Polícia Militar, como idade mínima e altura.

Segundo a presidente da Comissão Mista de Concursos, Rafaela Novaes, durante o curso de formação, o soldado não pode exercer os trabalhos de policiamento ostensivo, exceto em caso de calamidade pública ou necessidade extrema. “Durante o curso, ele fica como soldado aluno e só pode ir à rua exercer seu trabalho de PM depois de formado, quando se torna soldado combatente”, explicou.


Exibir comentários

Postado em por Ascom PM/AL em NotíciasPolícia


Polícia Militar encontra desmanche de veículo em residência

Peças estavam escondidas em baixo de cama

Casa onde funcionava desmanche

Ascom PM/AL

Policiais militares do 3°BPM descobriram uma residência em Arapiraca que funcionava como desmanche de veículo. A ação policial aconteceu na noite dessa quinta-feira (26) e resultou na recuperação de uma motocicleta roubada e na prisão de dois indivíduos.

 
Por volta das 20h30 os militares estavam realizando uma blitz na entrada do Conjunto Brisa do Lago, quando observaram o momento em que um veículo Gol, de cor bege, placa MUO-6764/AL, vinha na direção do bloqueio policial, e retornou. Os policiais iniciaram uma perseguição e conseguiram interceptar o carro, que estava com dois indivíduos em seu interior.
 
Foi efetuada uma abordagem e foi constado que dentro do Gol havia um motor de uma moto roubada. Os suspeitos foram identificados como Jean Weslley da Silva, 19 anos, e Wellington dos Santos, 20 anos.
 
Após algumas diligências, os policiais receberam uma informação de que as demais peças da motocicleta estavam escondidas em baixo de uma cama, em uma casa localizada na Quadra BC do conjunto Brisa do Lago. As guarnições foram até o local e constataram o fato.
 
Ao ser interpelado, Jean Weslley da Silva respondeu que havia comprado a moto no dia 25, durante o dia, na feira da Fumageira. No entanto, essa versão foi desmascarada pela polícia, pois o referido veículo havia sido roubado no mesmo dia (25), sendo que às 22h40, conforme queixa de roubo.
 
Na frente da residência também se encontrava uma moto CG 150, de cor azul, placa NLY-3878, a qual nenhum dos envolvidos soube informar sua procedência.
 
Os dois indivíduos, juntamente com os três veículos apreendidos, foram encaminhados para a Central de Polícia Civil, onde foi lavrado um auto de prisão em flagrante delito pelo crime de receptação.


Exibir comentários

Postado em por Ascom Aspra em NotíciasPolícia


Aspra estuda solicitar intervenção federal na segurança em Alagoas

Wagner Simas

CadaMinuto

A Associação das Praças da Polícia e Bombeiros Militares de Alagoas (Aspra/AL) estuda por meio de base jurídica protocolar um pedido de intervenção federal na segurança pública diante do caos instalado no Estado.

O presidente da entidade, cabo Wagner Simas, diz que a equipe jurídica da Associação esteja debruçada em um estudo com base legal, para que esta solicitação seja feita o mais rápido possível. “Com base na lei queremos responsabilizar o governo do Estado pelas mortes de militares, policiais civis e agora também de vigilantes em Alagoas”.

“O Estado está à beira de um abismo, restando apenas um sopro. Não podemos ficar esperando sermos as próximas vítimas. Alagoas está entregue as traças. Não temos o que comemorar após um ano do Programa Brasil Mais Seguro, o ministro da Justiça Eduardo Cardozo e a secretária Nacional de Segurança, Regina Miki, estão aqui com que objetivo, fazendo o que?”, indagou Simas.

“Saúde, educação e segurança pública devem andar de forma harmônica, políticas públicas estão deixando de ser implementadas em um governo que está a sete anos no poder, em seu segundo mandato, e nada foi feito”, mencionou.

E ainda complementou: “É em Alagoas, onde estão os jovens que mais matam, e que mais morrem, são as vítimas de violência urbana. Há sete anos, estes jovens eram crianças que estavam sem estudar por conta das escolas estarem fechadas para reforma, e ociosas foram recrutadas pelo crime”.

Segundo o presidente da Aspra, atualmente o efetivo da Polícia Militar é de 5.700 na ativa, destes apenas três mil estão nas ruas no policiamento preventivo e ostensivo. Seriam necessários, de acordo com estudos, mais de 13.500 policiais militares no Estado.

Protesto

No próximo dia 10 de outubro, o Movimento Unificado das Entidades Militares prepara um protesto contra a violência e o descaso do governo. A concentração será na Praça da Assembleia Legislativa, no Centro de Maceió, às 15h.  


Exibir comentários

Postado em por Ascom - PC/AL em NotíciasPolícia


Garoto que estava desaparecido é encontrado

Sillas Jardeu Fernandes Lira, de 10 anos, que está desaparecida desde segunda-feira (23)

Divulgação

A delegada Bárbara Arraes, titular da Delegacia dos Crimes contra Criança e Adolescente (DCCA), informou nesta sexta-feira (27) que o menino Sillas Jardeu Fernandes Lira, de 10 anos, que estava desaparecido, foi encontrado. 

Segundo a delegada, após a divulgação do desaparecimento, inclusive com fotografia, os familiares receberam a informação sobre o paradeiro do garoto.

Ela disse que o menor está bem de saúde e já está com seus pais.


Exibir comentários

Postado em por Assessoria - PC em NotíciasPolícia


Mulher é autuada por tentar entregar droga ao marido preso

Ana Paula da Silva

Divulgação - PC

O delegado Robério Lima Ataíde, titular do 55º Distrito Policial de Arapiraca, autuou em flagrante a mulher identificada como Ana Paula da Silva, acusada de tentar entregar drogas e um celular ao marido que está preso.

A mulher recebeu voz de prisão na tarde de quinta-feira (26) dada por policiais civis plantonistas na Casa de Custódia de Arapiraca após ser flagrada tentando introduzir drogas e um celular na carceragem da unidade prisional.

Ana Paula é esposa do traficante José Sandro da Silva, conhecido como “Zé Goleiro”, que se encontra preso há dois anos na Casa de Custódia, respondendo pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Segundo foi apurado, ela acabara de visitar o esposo quando resolveu retornar para entregar uma sacola plástica contendo três cuecas e uma sandália, alegando que seria para o preso identificado como Jurandir.

Ao revistar a sacola, os policiais civis encontraram um pacote contendo quatro “tijolinhos” de maconha prensada (cerca de 200 gramas) e um aparelho celular.

Na parte externa da sacola estava escrito o nome de outro preso – Emerson André. No entanto, apesar da negativa da acusada, foi constatado que ela pretendia entregar a droga ao marido José Sandro, o “Zé Goleiro”.

Ana Paula permanecerá presa à disposição da Justiça e, durante o transcorrer do inquérito, serão interrogados todos os presos envolvidos no caso.


Exibir comentários

Postado em por Redação com Assessoria em NotíciasPolícia


Sete anos depois, lutadores de jiu-jítsu vão a júri por tentativa de homicídio

Julgamento ocorro na FITS

Reprodução

Um crime ocorrido na madrugada do dia 11 de julho de 2004 será julgado na manhã desta sexta-feira (27) em um multirão da justiça, realizado na Faculdade Integrada Tiradentes (Fits), no bairro de Cruz das Almas.

Os réus Charles Alexandre Moura França, conhecido como ‘Charlão’, Leandro de Albuquerque Ferro e Paulo Henrique Gouveia, responderão pelos atos de extrema violência na saída de uma casa de shows localizada no bairro de Jaraguá. O trio de lutadores de jiu-jítsu teria agredido com golpes de arte marcial Klebson Silva de Almeida e Expedito Moreira da Silva.

A ação foi filmada pelas câmeras de segurança do estabelecimento. As imagens ajudaram a polícia a identificar os acusados que foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) por tentativa de homicídio e lesão corporal.

De acordo com os relatos, os referidos lutadores deram início a uma briga que resultou em um tumulto dentro da casa de shows. Eles teriam agredido Klebson de Almeida, e no momento em que Expedito da Silva tentou socorrê-lo e levou um soco no olho. Expedito ainda revelou durante as investigações sobre o caso que ao ser levado para fora da boate, viu o amigo Klebson sangrando e agonizando e o levou ao Hospital de Pronto Socorro do Trapiche.

Um dos acusados, Charlão, relatou a polícia que não teria tentado matar Klebson, apesar de ter sido provocado diversas vezes pela vítima. Segundo o réu, ele teria sido empurrado e reagiu, quando cinco homens o seguraram dando início a uma grande confusão no estabelecimento. Charles ainda se defendeu ao assistir as imagens do ocorrido, confessando que havia exagerado, mas que não teria utilizado golpes de jiu-jítsu, afirmação contestada nos autos do processo pelo presidente da Academia Alagoana de Jiu-Jítsu, Diojones Farias Guimarães, que disse que o chute desferido contra a vítima poderia tê-la eliminada.

Um recurso foi interposto por Charlão no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), em 2009.  O relator do recurso, desembargador Orlando Monteiro Cavalcanti Manso considerou que existiam nos autos indícios suficientes da autoria do crime e a sentença foi mantida por unanimidade.


Exibir comentários

Postado em por Redação em NotíciasPolícia


Corpo é encontrado em avançado estado de putrefação em canavial

Viatura do IML

CadaMinuto

Um corpo foi encontrado nessa quinta-feira (26) em um canavial, localizado no bairro do Benedito Bentes. O cadáver de um homem que ainda não foi identificado estava em avançado estado de putrefação.

A polícia foi informada sobre o achado e guarnições das bases comunitárias do Carminha e Selma Bandeira se dirigiram até o local onde constataram o fato e acionaram os peritos do Instituto de Criminalística (IC) e a Delegacia de Homicídios para realizar os primeiros trabalhos de investigação.

Com a finalização dos trabalhos no local o corpo foi recolhido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) que realizará exames na tentativa de identificar a causa da morte e quem seria a vítima.


Exibir comentários

Postado em por Ludmila Calheiros - Colaboradora em NotíciasPolícia


Mapa do medo: oito estabelecimentos comerciais foram alvos de criminosos em 14h

Em uma das ações um vigilante foi executado com um disparo de arma de fogo na cabeça

Viatura da PM

CadaMinuto

Na última quarta-feira (25) o CadaMinuto fez um balanço assustador da criminalidade que faz os moradores da capital reféns do medo. Os roubos as residências são crimes diários no relatório do Centro Integrado de Operações (Ciods), em levantamento feito pela nossa reportagem um número alarmante, em 24 horas sete imóveis foram invadidos e roubados.

Os estabelecimentos comerciais são alvos de ações criminosas em proporção ainda maior, tanto que nas últimas 14 horas oito foram assaltados em Maceió.  Os crimes ocorreram nos bairros Prado, Trapiche da Barra, Jacintinho, Poço, Pajuçara e Levada, onde um vigilante foi executado.

O primeiro a acionar a polícia foi uma clínica de saúde, localizada Rua Professor Virgílio Guedes, no bairro do Prado. Segundo informações de uma das vítimas, Josefa Carmem Afonso de Brito, 47, os acusados, que não foram identificados, chegaram ao local e renderam funcionários e pacientes. Na ação eles roubaram uma quantia em dinheiro não revelada e um revólver, pertencente a empresa que presta serviços de segurança ao estabelecimento. Com o roubo concretizado os bandidos foragiram a pé.

Minutos depois outro estabelecimento de saúde foi alvo da criminalidade, desta vez a ação acabou com uma pessoa morta. O vigilante Almiro Pereira dos Santos Filho, 27,  foi executado no 1º Centro de Saúde, localizado na praça das Graças, no bairro da Levada, quando indivíduos portando armas de fogo o renderam e mandaram que ele entregasse os dois revólveres que portava. Segundo testemunhas, o crime teria acontecido quando a vítima foi entregar as armas, o que pode ter sido interpretado pelos acusados como uma reação.

Almiro foi atingido na cabeça por um disparo de arma de fogo, não resistiu e morreu antes que fosse socorrido (foto acima). Os criminosos foragiram sem serem identificados e tomando destino ignorado.

Quase simultaneamente, uma funcionária de um mercadinho, localizado na Avenida Rui Palmeira, no bairro do Trapiche da Barra, foi rendida e teve que entregar a bandidos uma quantia em dinheiro não revelada e um celular. Os acusados concretizaram a ação rapidamente e foragiram.

Funcionários e clientes de uma loja de frutas, localizada na Avenida Brasil, no bairro do Poço, foram surpreendidos pela ação de quatro indivíduos portando armas de fogo. Os homens não identificados fizeram um arrastão, levando relógios, celulares e uma quantia em dinheiro, não especificada. Em seguida foragiram em um veículo de características não anotadas.

No meio da tarde, em horário de grande movimento, uma correria tomou conta da Avenida Cleto Campelo, no bairro do Jacintinho. Uma loja de celulares foi invadida por criminosos portando armas de fogo. Segundo uma das funcionárias, Gerlane da Silva Brandão, 23, eles fizeram um arrastão, roubando cerca de sessenta aparelhos. Ao concretizarem o roubo foragiram a pé. Quem passava pelo local que fica próximo a conhecida Feirinha do bairro e percebia a ação fugia rapidamente.

O Trapiche da Barra voltou a registrar uma ocorrência na noite dessa quinta-feira (26). Dois indivíduos armados entraram em um mercadinho, anunciaram o assalto e  roubaram uma quantia em dinheiro não revelada e uma carteira porta cédulas com vários documentos de uma das vítimas. Os acusados foragiram em uma motocicleta Honda CG, cor preta e placa não identificada.

Um indivíduo portando arma de fogo, invadiu uma farmácia, localizada na Rua Jangadeiros Alagoanos, no bairro da Pajuçara, e roubaram todo o dinheiro do caixa, dois celulares e uma carteira porta cédulas com documentos de uma das funcionárias.

Já nas primeiras horas da madrugada desta sexta-feira (27) a polícia registrou uma tentativa de furto a um galeto, localizado na Avenida Comendador Leão, no bairro do Poço. Os acusados, Luciano Lima do Nascimento, 24, e Thiago José dos Santos, 27, foram flagrados tentando arrombar a porta do estabelecimento. Eles foram detidos por uma guarnição pertencente ao 1º Batalhão de Polícia Militar e encaminhados a Central de Flagrantes, no bairro do Farol, onde foram autuados por tentativa de furto e arrombamento.


Exibir comentários

Postado em por Redação em NotíciasPolícia


Homem é assassinado a tiros enquanto trabalhava no bairro do Tabuleiro dos Martins

Viatura da PM

Cortesia - Alagoas24horas/ Flávia Duarte

O 4º Batalhão da Polícia Militar registrou, na noite desta quinta-feira (24), o assassinato de Erivaldo Silva da Rocha.

O crime aconteceu em uma borracharia, localizada na Rua Lagoa Seca, no Tabuleiro dos Martins. A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo no momento que trabalhava. A polícia não informou a motivação da crime.

Equipes do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local para realizar os procedimentos necessários.


Exibir comentários

Postado em por Terra em NotíciasPolícia


Após traição, preso mata mulher durante visita íntima no PR

Um preso da cadeia pública de Arapoti (PR) matou sua mulher durante uma visita íntima, na tarde de quarta-feira, depois que sua companheira anunciou que iria deixá-lo para ficar com um outro homem com quem mantinha um relacionamento. 

De acordo com a Polícia Civil, Rafael do Amaral Nascimento, 20 anos, tinha um filho com a vítima, Daniele Aline Vieira Guimarães, 18 anos. Os dois se conheceram na cidade paranaense de São José dos Pinhais, de onde Rafael fugiu para Arapoti no início de 2012 por ser suspeito de dois homicídios. 

Segundo o investigador Angelo Simões, da Polícia Civil de Arapoti, o crime ocorreu minutos antes do encerramento das visitas no presídio, às 17h. “Eles (os presos) têm uma ética própria. A família para eles é sagrada, não pode acontecer nada em dia de visita. (...) Por isso ele deixou bem para o fim (da visita).”

Preso em Arapoti desde março de 2012, Rafael cumpria pena por ter cometido dois assaltos na cidade. Segundo a polícia, o detento era ajudado nas ações pelo irmão de Daniele, que é menor de 18 anos e cumpre medida socioeducativa pelo homicídio de uma garota e pelos roubos que cometeu junto com seu cunhado. 

Segundo Angelo, quando Rafael foi preso, em 2012, Daniele foi proibida de visitá-lo, por estar grávida e ainda não ter 18 anos. A mãe da garota, porém, fez um requerimento para que ela pudesse se encontrar com o detento. 

Ao completar 18 anos, a vítima passou a ter acesso à visita íntima. Como ambos estavam sozinhos na cela, ninguém percebeu o que ocorria no local, já que a vítima foi morta com uma gravata. 

Morte causou revolta de outros presos
Segundo o investigador, com medo da reação dos outros detentos, Rafael alertou um carcereiro de que havia matado sua mulher. “A hora que o carcereiro foi anunciar o fim da visita, ele cochichou com o carcereiro: ‘chama o IML (Instituto Médico Legal) que eu matei minha mulher'.”

De acordo com Angelo, para evitar agressões, Rafael foi imediatamente isolado e os outros presos levados de volta às suas celas. 

Em depoimento à polícia, Rafael afirmou que matou Daniele por sentir que estava sendo tratado como “corno”. Segundo o investigador, a vítima apresenta sinais de que também foi sufocada com um travesseiro, mas o detento afirma que apenas a estrangulou com uma gravata. 

Segundo Angelo, Rafael estava a uma semana da sua progressão de pena. Como na cidade não há unidades para o cumprimento do regime semiaberto, ele passaria direto para o domiciliar. Como cometeu falta grave, o detento, que foi autuado em flagrante por homicídio, sofrerá agora uma regressão em sua detenção. 

Por conta da reação dos outros detentos, Rafael segue detido em uma cela separada. O detento deve ser transferido para uma outra unidade prisional no Estado. 


Exibir comentários

Postado em por Redação em NotíciasPolícia


Quatro estabelecimentos comerciais são roubados em Maceió nesta quinta-feira

Durante a tarde desta quinta-feira, a polícia registrou quatro roubo a estabelecimentos comerciais em Maceió.

Durante o início desta tarde, o alvo foi o Mercadinho Galvão, localizado na Avenida Senador Rui Palmeira, no bairro do Trapiche da Barra. De acordo com as vítimas, indivíduos armados invadiram o mercadinho e roubaram dinheiro e um celular. O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) esteve no local.

No bairro do Poço, o alvo foi a loja “Polpa de Frutas Pomar”. De acordo com testemunhas, indivíduos armados roubaram celulares, relógios e dinheiro. Após o roubo, os responsáveis pela ação fugiram em um veículo não identificado.

No Jacintinho, uma loja de telefonia móvel teve 60 aparelhos celulares roubados. Os responsáveis fugiram a pé.

A “Casa do Computador”, localizada no bairro da Jatiúca, também teve um monitor, uma caixa de ferramentas e um projetor furtados.

 

 


Exibir comentários

Postado em por Redação em NotíciasPolícia


Criminosos invadem clínica de saúde e roubam arma de vigilante no bairro do Prado

 A Clínica Central de Saúde, localizada no bairro do Prado, foi roubada por indivíduos armados no final da manhã desta terça-feira (26). Na ação, o vigilante que fazia a segurança do local foi rendido e teve a arma roubada.

Além da arma, os indivíduos roubaram uma quantia em dinheiro cujo valor não foi informado. Os responsáveis pelo crime fugiram a pé sem que fossem identificados.

Uma guarnição da base comunitária do Vergel, pertencente ao 1º Batalhão da Polícia Militar, esteve no local.

Na manhã desta quinta-feira (26), o vigilante do centro de Saúde, Almiro Pereira dos Santos Filho, foi assassinado.  

 


Exibir comentários

Postado em por Redação em NotíciasPolícia


Policial baleado em loja está consciente e já respira sem a ajuda de aparelhos

Cabo Davi José Dantas Vanderlei

Reprodução

O quadro de saúde do Cabo da Polícia Militar, Davi José Dantas Vanderlei, 30, baleado durante um assalto a uma loja de produtos hospitalares, na última terça-feira (24), é estável.  

A assessoria do Hospital Geral do Estado (HGE) informou que o policial, que permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), está consciente e já respira sem a ajuda de aparelhos.

O caso

O cabo foi atingido por dois disparos de arma de fogo após ser rendido por um indivíduo armado na última terça-feira (24), durante um assalto a uma loja de produtos hospitalares, no bairro do Farol.

 


Exibir comentários