Postado em 21/11/2014 às 14:11 por Assessoria em Interior

Alunos da rede municipal de Delmiro Gouveia são premiados pela Ufal

Alunos de Delmiro são premiados

Assessoria

Na tarde desta quarta-feira, 19, no auditório da UFAL/Campus do Sertão, estudantes das escolas municipais José Correia Filho e Noêmia Bandeira foram premiados pelos trabalhos realizados na Feira de Conhecimentos Geográficos e Ambientes, organizada por discentes em Geografia que integram o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade.

Em Geografia, o PIBID vem propondo - desde 2012 - a Escola José Correia Filho, localizada no povoado Jardim Cordeiro, projetos com temáticas: Paisagem Natural e Cultural, Território e Identidade Cultural do Jardim Cordeiro, entre outros. 
Para a professora de Geografia da referida escola, Elânia dos Santos, “o PIBID oportunizou troca de saberes e experiências, tivemos oportunidade de conhecer outras metodologias, melhorando minha prática de ensino.”

Já para o professor de Geografia Paulo César, da escola Noêmia, localizada na cidade de Delmiro, todo o processo ainda é novidade; o PIBID iniciou na escola este ano. Na ocasião o professor falou da expectativa em relação ao Programa. “Integração de saberes para além da sala de aula de forma que articule universidade, escola e sociedade”, afirmou. Ainda asseverou, “me sinto feliz e realizado pelos meus alunos”. 

A tarde foi muito proveitosa para os alunos que puderam conhecer o espaço da Universidade e desfrutar de apresentações culturais. 

O PIBID de Geografia na UFAL/ Campus do Sertão é coordenado pelo professor Kleber Silva, que integra o corpo docente do curso de Geografia. 

O Governo Municipal atento as demandas relativas à educação de qualidade, abre espaço na rede de ensino para receber futuros educadores, através dos Programas da Universidade. A articulação entre escola e Instituição de ensino superior é importante para o desenvolvimento da cidade.

 

Postado em 21/11/2014 às 14:11 por Assessoria em Interior

Mundo Senai ajuda alagoanos na escolha da profissão

O sonho do adolescente Daniel Morais, de 17 anos, é trabalhar na área de alimentos. Agora que teve a oportunidade de conhecer o curso de Panificação e Confeitaria oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), tem certeza de que esta é o caminho que quer seguir na vida profissional. “Vi que é possível fazer o curso e vou atrás”, afirma.
Daniel e outros três colegas da Escola Estadual Aurino Maciel, localizada no município de Arapiraca-AL – Maury Pereira (16), Deysiane Silva Santos (14) e Mayavily Melo (14) –, encantaram-se pelo curso. “É cada bolo perfeito que eu vi lá”, ressalta Maury.
 
A turma e um grande número de estudantes visitam, nesta sexta-feira (21), o Centro de Educação Profissional José Gomes Barbosa, no bairro Primavera, durante o Mundo Senai, evento que é promovido em todo o país. São diversas oportunidades de interação em um ambiente ideal para o contato dos visitantes com o conhecimento.
 
“A iniciativa contribui para que as pessoas tenham uma visão mais clara do que o Senai faz, além da importância da instituição para o desenvolvimento da região e da sua formação profissional. Ajuda-as a descobrir que o Senai tem um potencial enorme que pode e deve ser aproveitado”, destacou Marcelo Carvalho, gerente das Unidades Operacionais do Senai Alagoas.
 
O coordenador do Mundo Senai no estado, Allan Souza, disse que as expectativas estão sendo superadas e duas mil visitas são esperadas nesta sexta-feira, na unidade do Agreste alagoano. Os estudantes fazem o circuito dentro do centro integrado, que dão as informações sobre os cursos.
 
“Este ano nosso foco maior são os alunos do ensino médio da rede pública, que são o perfil mais próximo do Pronatec. Apesar do feriado, o trabalho de conscientização que fizemos junto ás escolas deu certo“, destaca.
 
O Mundo Senai segue até as 18 horas, com apresentação de diversas áreas profissionais – Informática, Gestão, Alimentos, Construção Civil, Eletricidade, Automotiva Carro/Moto e Eletrônica. Os estudantes podem conversar com monitores das áreas sobre as práticas profissionais. Além da etapa estadual do Inova Senai, a unidade conta com demonstração do Simulador de Solda e um exercício simulado da Olimpíada do Conhecimento.
 
O sonho do adolescente Daniel Morais, de 17 anos, é trabalhar na área de alimentos. Agora que teve a oportunidade de conhecer o curso de Panificação e Confeitaria oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), tem certeza de que esta é o caminho que quer seguir na vida profissional. “Vi que é possível fazer o curso e vou atrás”, afirma.
Daniel e outros três colegas da Escola Estadual Aurino Maciel, localizada no município de Arapiraca-AL – Maury Pereira (16), Deysiane Silva Santos (14) e Mayavily Melo (14) –, encantaram-se pelo curso. “É cada bolo perfeito que eu vi lá”, ressalta Maury.
 
A turma e um grande número de estudantes visitam, nesta sexta-feira (21), o Centro de Educação Profissional José Gomes Barbosa, no bairro Primavera, durante o Mundo Senai, evento que é promovido em todo o país. São diversas oportunidades de interação em um ambiente ideal para o contato dos visitantes com o conhecimento.
 
“A iniciativa contribui para que as pessoas tenham uma visão mais clara do que o Senai faz, além da importância da instituição para o desenvolvimento da região e da sua formação profissional. Ajuda-as a descobrir que o Senai tem um potencial enorme que pode e deve ser aproveitado”, destacou Marcelo Carvalho, gerente das Unidades Operacionais do Senai Alagoas.
 
O coordenador do Mundo Senai no estado, Allan Souza, disse que as expectativas estão sendo superadas e duas mil visitas são esperadas nesta sexta-feira, na unidade do Agreste alagoano. Os estudantes fazem o circuito dentro do centro integrado, que dão as informações sobre os cursos.
 
“Este ano nosso foco maior são os alunos do ensino médio da rede pública, que são o perfil mais próximo do Pronatec. Apesar do feriado, o trabalho de conscientização que fizemos junto ás escolas deu certo“, destaca.
 
O Mundo Senai segue até as 18 horas, com apresentação de diversas áreas profissionais – Informática, Gestão, Alimentos, Construção Civil, Eletricidade, Automotiva Carro/Moto e Eletrônica. Os estudantes podem conversar com monitores das áreas sobre as práticas profissionais. Além da etapa estadual do Inova Senai, a unidade conta com demonstração do Simulador de Solda e um exercício simulado da Olimpíada do Conhecimento.

Postado em 21/11/2014 às 11:11 por Redação com JG Notícias.com em Interior

Vereador por Joaquim Gomes cobra auditoria nas contas da Câmara Municipal

Zeca do Índio diz que legislativo precisa de transparência; MP investiga por suspeita de irregularidades

Zeca do Índio

JG Notícias

O vereador por Joaquim Gomes, José Gomes de Freitas (DEM), conhecido como Zeca do Índio, cobrou a realização de uma auditoria nas contas da Câmara Municipal no período de 2013 a 2014.  A proposta do parlamentar é deixar todos os gastos do Legislativo à disposição da população do município que exige mais transparência.

Zeca do Índio assumiu a suplência da vereadora afastada Tereza Cristina Oliveira de Almeida presa durante uma operação do Ministério Público Estadual (MPE/AL) acusada de receber propina para integrar a bancada do ex-prefeito Toninho Batista.  

Ele salientou em seu discurso sua preocupação como andamento da atual legislatura e solicitou mais transparência da nova Mesa Diretora para que a população saiba como é gasto o duodécimo da Câmara. O vereador lembrou-se da comissão criada para investigar o prefeito e também os oito vereadores afastados e afirmou que “o mal tem ser cortado pela raiz”.  

“E só podemos detectar se existe de fato a gravidade, fazendo uma auditoria. Será através dela que vamos tirar as conclusões se tudo está certo ou errado”, completou o parlamentar. Além da autoria no Legislativo, o vereador ainda cobrou o enviou de balanço trimestral dos gastos realizados pela prefeitura.

Segundo ele, o envio desse é estabelecimento pela Orgânica do Município. “Pois pretendo cobrar do Executivo de forma veemente todos os balancetes, pois serão analisados por nós vereadores, para que assim possamos levar ao conhecimento da população, isso é o que se chama transparência”.

Postado em 21/11/2014 às 10:11 por Assessoria em Interior

Vereador Jó Clemente, de São Miguel dos Campos, se reúne com membros da Ataf

O presidente da Câmara de vereadores de São Miguel dos Campos, Jô Clemente, reuniu-se esta semana com os membros da Associação Teatral Arte e Fé (Ataf), na Casa de Cultura. A Ataf desenvolve um trabalho cultural no município há quase 20 anos, dentre eles o tradicional Espetáculo da Paixão de Cristo. No encontro, os membros solicitaram mais atenção das Autoridades Políticas no que diz respeito a novos equipamentos culturais e fomento da produção artística em São Miguel.

O presidente da Ataf, André Vieira, aproveitou a oportunidade para agradecer através do Vereador Jô Clemente, o Reconhecimento do Projeto de Lei 1.395 pelo reconhecimento de Utilidade Pública da Ataf, concedido pelos vereadores e sancionado pelo prefeito George Clemente no último dia 12 de outubro.

Durante a reunião, que também teve a exibição de vídeo e debates, o vereador Jô Clemente aproveitou para agradecer o trabalho que a entidade desenvolve na cidade e lembrou que foi na gestão do prefeito George Clemente que foi criada a Secretaria de Cultura e que o município foi contemplado com o CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados) das Artes.

“Estamos investindo na Cultura de São Miguel e essa é uma das prioridades do prefeito George Clemente. Em breve estaremos com o CEU das Artes, que irá funcionar na parte alta da cidade, próximo ao Estádio Terreirão, onde serão ofertados vários cursos ligados às artes, além de ser mais um equipamento cultural para os miguelenses”, destacou Jó.

Postado em 19/11/2014 às 19:11 por Assessoria em Interior

MPF em Arapiraca promove medidas de proteção socioambiental

A II Etapa da Fiscalização Preventiva e Integrada (FPI) da Bacia do Rio São Francisco – que ocorreu no período de dois a 14 de novembro com a participação de 22 órgãos de Estado – contou com a presença também do Ministério Público Federal (MPF) em Arapiraca, por intermédio da procuradora da República Aldirla Albuquerque, do antropólogo Ivan Farias e do biólogo Fábio Oliveira. O órgão ministerial atuou na identificação dos alvos de interesse federal e intensificou a promoção de medidas que visam a proteção socioambiental e a integridade do território indígena.

Entre os dias dois e 13 de novembro, foram realizadas nas cidades do Agreste diversas vistorias fiscalizadoras a empreendimentos, residências e construções, previamente denunciados como atividades irregulares e danosas ao meio ambiente. Em Porto Real do Colégio e São Brás, várias casas de veraneio construídas às margens do Rio São Francisco e no interior da terra indígena Kariri Xocó foram identificadas e autuadas.

Já tramita um Inquérito Civil (IC) na Procuradoria da República do Município de Arapiraca sobre as construções irregulares das casas de veraneio no interior da terra indígena. Os relatórios das autuações feitas pelos órgãos ambientais da FPI vão alimentar o Inquérito Civil, servindo para subsidiar a Ação Civil Pública que o MPF promoverá nas próximas semanas para exigir a desocupação e demolição das construções irregulares. 

Outros alvos do MPF são as casas de farinha autuadas pela FPI nos municípios de Girau do Ponciano e Lagoa da Canoa. Cinco casas fiscalizadas foram embargadas, lacradas e multadas por estarem impactando o meio ambiente com o despejo da manipueira (sumo da mandioca) e com o uso de lenha nativa. O embargo tem o intuito de fazer com que os responsáveis as regularizem junto ao Instituto do Meio Ambiente, que ofereceria informações e apoio técnico. 

O Ministério Público Federal em Arapiraca vai instaurar Inquérito Civil sobre o assunto para acompanhar a regularização dessas e de todas as casas de farinha do Estado de Alagoas, por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC). Se o estudo antropológico a ser produzido apontar os trabalhadores das casas de farinha como integrantes de comunidades tradicionais nos termos do Decreto nº 6.040 de 07/02/2007, o assunto será acompanhado por meio da procuradora da República representante da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF.

De toda forma, o MPF pretende atuar na defesa socioambiental das casas de farinha, apoiando a regularização ambiental dos empreendimentos, sem deixar de levar em conta que as comunidades precisam ser assistidas com informações ambientais, apoio técnico especializado e apoio financeiro – que serão buscados junto à Secretaria de Agricultura de Alagoas (Seagri), ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), ao Instituto do Meio Ambiente (IMA), à Secretaria de Desenvolvimento de Alagoas, às prefeituras e a bancos públicos. 

“Os impactos ambientais ocasionados pelo uso inadequado e irregular da manipueira e da lenha nativa que tiveram reprimenda necessária nos termos da legislação ambiental a cargo do IMA são evidentes e já produzem consequências na flora e na fauna da região [corte de árvores nativas, fuga e morte de alguns animais]. Por outro lado, os impactos provenientes das multas dos produtores e embargos das casas de farinha já estão sendo sentidos pelas comunidades locais que têm na farinha sua única alternativa de economia familiar”, lamenta a procuradora da República Aldirla Albuquerque, que atua na região de Arapiraca.

Resultados

Na última sexta-feira (14), a II Etapa da FPI chegou ao final em Audiência Pública realizada no município de Girau do Ponciano, com os resultados dos trabalhos sendo apresentados à sociedade local. Na ocasião, trabalhadores das casas de farinha se manifestaram pedindo apoio para não ter que fechá-las mediante as exigências ambientais, e obtiveram do MPF informações de que serão acompanhados e apoiados na perspectiva da regularização dos serviços, possivelmente em acordos a serem firmados num Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Dando continuidade, na segunda-feira (17) o MPF participou de reunião na sede da Seagri, em Maceió, junto ao Sebrae, ao IMA e ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado de Alagoas (CREA), onde foram discutidas possibilidades de apoio aos produtores de farinha, especialmente visando a regularização das casas de farinha. Ficou acordado um encontro com grupo de produtores, em Arapiraca, com o objetivo de esclarecer e captar as demandas do setor, para que seja construído um plano de readequação ou modernização dos empreendimentos. Os cinco produtores autuados também devem negociar soluções emergenciais junto ao IMA, e reunião a ser agendada no Sebrae com as demais instituições vai debater o alinhamento de informações e início da construção de um projeto-modelo que atenda à legislação e que poderá dar origem ao Termo de Ajuste de Conduta. 

Na terça-feira (18), o MPF se fez presente à reunião do Sebrae e Seagri, realizada em Arapiraca com os produtores de farinha. Na ocasião, foram apresentados um estudo de viabilidade do Sebrae e a intenção do MPF no apoio à regularização das casas de farinha mediante um ajustamento de conduta. Depois, foram debatidas as dificuldades fiscais, operacionais e econômicas dos produtores. Ao final, ficou acordado que os produtores devem recolher documentações e procurar o Sebrae, que vai analisá-las e sugerir medidas com o intuito de tornar as casas de farinha sustentáveis econômica, ambiental e socialmente. A reunião com o IMA, Seagri, Sebrae e MPF – prevista inicialmente para o próximo dia 21, para tratar de soluções emergenciais dos cinco produtores embargados – foi adiada devido a impossibilidades dos setores técnico e jurídico do IMA. Ainda não há data programada para um novo encontro, mas o MPF segue acompanhando o desenrolar dos encaminhamentos.

Postado em 19/11/2014 às 15:11 por Assessoria em Interior

OdontoSesc é encerrado em São Miguel dos Campos com resultado satisfatório

A população de São Miguel dos Campos recebeu durante quatro meses um reforço na saúde bucal com a chegada do OdontoSesc no município. Nesta quarta-feira, 19, aconteceu o encerramento do programa em São Miguel, no auditório da Secretaria de Assistência Social.

A Unidade Móvel realizou mais de 500 atendimentos odontológicos, 459 foram completados. Os principais tratamentos realizados foram de cárie, extração, limpeza e aplicação de flúor. O resultado foi bastante satisfatório e correspondeu à meta.

O OdontoSesc foi realizado a partir de uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e a Associação Comercial Empresarial Miguelense (Acem). Atividades também foram realizadas nas escolas municipais, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, como palestras e demonstrações de aplicação de flúor e escovação.

A coordenadora do Sesc durante a ação no município, Dayse Brandão, falou da satisfação em estar finalizado os trabalhos em São Miguel. “Nesse período em que ficamos aqui contribuimos com o social e ajudamos a melhorar a qualidade de vida dos miguelenses, com o nosso foco na saúde bucal. Agradeço ao apoio do Poder Público e aos comerciantes do município”, concluiu.

O vice-prefeito Pedro Ricardo (“Pedoca”) agradeceu a todos os envolvidos na parceria que trouxe o OdontoSesc para o município. Ele também lembrou que além de ampliar a prestação de serviço de assistência odontológica, o programa veio para reafirmar o valor do trabalho já realizado por toda a equipe de Saúde. 

“Essa ação beneficiou centenas de miguelenses, além de ter informado sobre a importância com a saúde bucal. Nas nossas Unidades de Saúde hoje temos uma estrutura que é referência no Estado em relação a atendimento odontológico e essas parcerias só engrandecem o nosso trabalho, favorecendo diretamente a população”, frisou Pedoca.

Estiveram presentes no encerramento a gerente da Divisão de Saúde e Lazer do Sesc Alagoas, Cléa Costa, a secretária adjunta municipal de Saúde, Aparecida Santos, o coordenador municipal de Saúde Bucal, Tiago Muritiba, a dentista Flávia Saraiva, demais profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, colaboradores do OdontoSesc e a coordenadora de Saúde Bucal, Renata Barbirato.
 

Postado em 19/11/2014 às 15:11 por Assessoria em Interior

Prefeitura de Delmiro em parceria com o PSG/SENAC oferece novos cursos

Na manhã desta quarta-feira, 19, na sede do Departamento Municipal da Juventude, alunos do curso auxiliar administrativo ofertado pelo PSG/SENAC realizaram exposição em stands com produtos e serviços do marketing empresarial. 

Além do curso auxiliar administrativo, outros como: auxiliar de recursos humanos, operador de supermercado e promotor de vendas já preparam muitos jovens delmirenses para o mercado de trabalho.

O Governo Municipal vem investindo através de Programas e parcerias para atender as necessidades de nossos jovens.

O Programa Senac de Gratuidade, também conhecido como PSG, é mais uma ação da Instituição para promover a inclusão social. O PSG oferece, vagas gratuitas em cursos de Formação Inicial e Continuada (Aprendizagem, Capacitação e Aperfeiçoamento) e de Educação Profissional Técnica de Nível Médio (Qualificação e Habilitação Técnica), sem custo à população de baixa renda.


O PSG é voltado para jovens de baixa renda que buscam o seu primeiro trabalho com carteira assinada; pessoas que já atuam no mundo produtivo e desejam se requalificar para crescer profissionalmente; e demais brasileiros que necessitam gerar renda para abrir o próprio negócio ou atuar no mercado informal.

Postado em 19/11/2014 às 11:11 por Redação com JG Notícias em Interior

Motorista perde controle, carreta tomba e cai em ribanceira

Carreta caiu em uma ribanceira

JG Notícia

Uma carreta tombou no entroncamento do município de Flexeiras, na manha desta quarta-feira (19), após o motorista perder o controle do veículo, com placa MKN-9810. O condutor, Audiam Belo Veloso, de 50 anos, seguia para Recife quando ocorreu o acidente.

Veloso sofreu escoriações no corpo e apesar do estrago no veículo não teve nenhuma lesão grave. A carreta estava carregada de ferro e aço galvanizado. Com o impacto da colisão, toda mercadoria ficou espalhada às margens da rodovia e o veículo caiu em uma ribanceira.

Testemunhas no local do acidente acreditavam que o estado de saúde do motorista era delicado devido às condições do veículo. O motorista recebeu atendimento médico no local por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que o encaminhou para uma unidade de saúde.

Mesmo com o acidente, o tráfego de veículos seguiu normalmente, apenas com lentidão. Equipes da Polícia Militar e também da Polícia Rodoviária Federal acompanharam o andamento do trânsito.

 

Postado em 18/11/2014 às 20:11 por Redação em Interior

Idoso é encontrado morto dentro da própria residência

Nesta terça-feira (9),vizinhos encontraram o corpo de Silvio Bezerra Dantas, de 58 anos, dentro de sua residência, localizada no Centro do município de Girau do Ponciano, interior de Alagoas.

A vítima foi encontrada já em óbito com marcas de sangue ao redor do seu corpo. De acordo coma família, Silvio era alcoólatra, mas não sabem informar se esse fator teria ligação com a morte.

A polícia trabalha com a suspeita de assassinato. O Instituto de Criminalística, Polícia Civil e o Instituto Médico Legal estiveram no local para realizar os procedimentos necessários.

Postado em 18/11/2014 às 11:11 por Assessoria em Interior

Secretaria da Mulher de São Miguel dos Campos participa de lançamento de exposição cultural


Representantes da Secretaria Municipal da Mulher de São Miguel dos Campos participaram do Lançamento da Exposição do Projeto Saber Tradicional das Mulheres Quilombolas de Alagoas, no Maceió Shopping.

O resultado das capacitações com 120 mulheres quilombolas pôde ser visto por todos que estavam no local. O objetivo do Projeto é a inserção produtiva desse segmento no mercado de trabalho, além de divulgar e comercializar os produtos, valorizando a cultura alagoana.

Foram expostos produtos como bolsas, colares, tapetes, chapéus, suplás, porta guardanapo entre outros, todos confeccionados artesanalmente pelas mulheres capacitadas ao longo desse ano pelo projeto.

A secretária municipal da Mulher, Jane Vieira, falou sobre o Projeto. “Essa ação permite que as mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade pessoal e socioeconômica tenham mais oportunidades. Nós já começamos a investir em programas como esse e continuaremos fazendo muito mais. A nossa meta é sempre estar implantando ações de sucesso como essa”, destacou Jane.

 Estiveram presentes, o secretário de Estado da Cultura Osvaldo Viégas, o superintendente do Maceió Shopping, Robson Rodas, a secretária de Estado da mulher Nadja Lessa, a Superintende de Promoção dos Direitos e de Políticas para a Mulher, Solange Viégas, a designer e arquiteta e coordenadora do Projeto, Mirna Porto e a ex-secretária de Estado da Mulher, Kátia Born.

Postado em 18/11/2014 às 11:11 por Assessoria em Interior

Aula inaugural do Curso Senac Aprendizagem é realizada em São Miguel dos Campos

A Prefeitura Municipal de São Miguel dos Campos em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac)  realizou nesta segunda-feira (17) a aula inaugural do Curso Senac Aprendizagem. A turma conta com 23 pessoas que têm de 14 a 24 anos e que serão encaminhados ao mercado de trabalho.

O curso faz parte do Programa de Aprendizagem Profissional Comercial que oferece uma ampla grade de cursos gratuitos a jovens. O espaço para a realização do curso foi uma parceria entre o Governo Público Municipal e a 2ª Coordenadoria Regional de Educação (Cre).

Depois de firmada a parceria com o curso, os empresários do Setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo assinam a carteira do jovem aprendiz em uma ocupação reconhecida pela Classificação Brasileira de Ocupações, por meio de um contrato de trabalho especial e legislado pelo Ministério do Trabalho e Emprego. O curso está dentro dos requisitos que regem a Lei da Aprendizagem, Lei nº10.097/2000, que foi ampliada pelo Decreto nº 5.598/2005, dando total segurança aos jovens aprendizes.

Em São Miguel, as empresas parceiras do Programa foram a Disbec, o Supermercado Unicompra, o Supermercado Esperança, as lojas Laser Eletro e Insinuante, o posto de combustível Quatro Rodas e a loja Convém, da empresa Honda.

Os Alunos já estão contratados pelas respectivas empresas e receberão meio salario mínimo e todos os demais direitos previdenciários e trabalhistas. O curso se divide em duas partes: quatro meses são de aulas teóricas e seis meses de aulas práticas nas empresas.

Além dos conhecimentos teóricos e práticos adquiridos nos cursos, os jovens participam de atividades extras e são estimulados a desenvolver autoestima, criatividade, cidadania, responsabilidade e ética.

A secretária da Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Semthas), Betânia de Paula, esteve presente e falou sobre o apoio da gestão e da importância do curso. “O prefeito George Clemente tem se preocupado em capturar cursos gratuitos profissionalizantes, além de ampliar as parcerias junto às empresas privadas e instituições ofertantes, visando formar jovens trabalhadores competentes e, mais que isso, incentivar a formação de cidadãos ativos e conscientes da força de seu trabalho”, frisou a secretária.

A aula inaugural aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Semthas) e contou com a presença de representantes das empresas parceiras, do Senac, da coordenadora do Acessuas Trabalho, Elisa Cristina, e equipe - Assistentes Administrativas, Psicóloga e Socióloga, Alice Santos (Área Administrativa) e Roseane Lima (Pedagoga) - e da coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Cíntia Araújo.

Postado em 18/11/2014 às 10:11 por Vanessa Siqueira em Interior

Motoristas de vans voltam a bloquear rodovias no Sertão

Protesto de complementares interdita rodovia

Todo Segundo - Arquivo

Pelo segundo dia consecutivo, motoristas de vans de transporte complementar do Sertão do Estado realizam protestos na região. Nesta terça-feira (18), há bloqueios em trechos das rodovias AL-130, no trecho que passa pelo Sertão, e AL-220. Eles protestam contra determinações da Arsal, que resultou na apreensão de veículos na última semana.

Segundo Marcondes Prudente, presidente da Cooperativa de Transporte Complementar Intermunicipal de Alagoas (Coopervan), durante a reunião realizada ontem com representantes da Arsal, a categoria não chegou a um acordo, o que motivou que a paralização continuasse.

Pelo menos 20 Associações ligadas à Coopervan aderiram à paralisação e deixam sem transporte complementar várias cidades da região, ente elas Água Branca, Delmiro Gouveia, Olho D’Água do Casado, São José da Tapera, Pão de Açúcar, Santana do Ipanema, Palestina, Monteirópolis e Jaramataia. Prudente afirma que caso um acordo não seja firmado com a Arsal, os protestos devem se estender á região Agreste.

“Hoje iremos nos reunir com a Arsal novamente. A Polícia Militar se prontificou a fazer o intermédio e estamos na expectativa de conseguir resolver essa situação. Mas caso nada do que discutimos até agora chegue a um acordo, os serviços continuarão parados”, afirmou.

Ontem, o presidente da Cooperativa disse ao CadaMinuto que a Arsal realizou algumas apreensões de veículos na região, o que deixou ainda mais insatisfeita a categoria. Eles também cobram o direito da Cooperativa participar do processo licitatório para o transporte complementar de Alagoas.