Postado em 27/04/2015 às 08:29 por em Bernardino

Luiz Dantas tira ALE do cadastro de caloteiros parcelando dívida do INSS

O débito da previdência social foi constituido ainda na gestão de Fernando Toledo

Presidente Luiz Dantas negocia com INSS tirando ALE do cadastro de caloteiros

Esdras Mazoni/Revista Municipal

Sem usar frases de efeitos como " herança maldita" ou apelar para acusações contra a gestão do tucano Fernando Toledo, o presidente da Assembleia Legislativa, peemedebista Luiz Dantas quitou a parcela da dívida previdenciária referente ao mês de dezembro/2014, o que retirou Alagoas do CAUS( cadastro de caloteiros).

O pagamento de uma dívida acumulada superior a R$ 40 milhões da casa Tavares Bastos para com o INSS, foi assim negociada por Dantas e faltando assim a homolação pelo governador Renan Filho.

O débito para com a Previdência Social constituiu-se porque na gestão tucana Fernando Toledo descontou a contribuição previdenciária dos servidores ( apenas os comissionador) e não repassou ao INSS.

Dantas na sexta feira(24) mandou liberar o pagamento do funcionalismo da ALE, referente ao mês de abril, acrescido da primeira das 14 parcelas da folha de pagamento ultimo.

O peeemdebista Luiz Dantas disse em relação ao débito para com o INSS em mais de R$ 40 milhões, o parcelamento já foi negociado, "a fim de restabelecer a normalidade e  garantir a legalidade".

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 27/04/2015 às 05:54 por Blog do Bernardino. em Bernardino

Há 12 anos Alagoas perdia o ex- governador José Tavares

Ele iniciou na política como deputado estadual pelo PDC

Ex-governador José Tavares

Há 12 anos morria em Alagoas, o ex-governador José de Medeiros Tavares, foi um político alagoano nascido e radicado na cidade de Junqueiro.

 Em 1962 foi eleito deputado estadual (PDC) e com a instituição do bipartidarismo pelo Ato Institucional Número Dois baixado pelos militares em 1965, filiou-se à ARENA e foi reeleito em 1966. Chegou a ser presidente da Arena e foi ainda presidente da Assembleia Legislativa

Em 1970 foi escolhido vice-governador na chapa de Afrânio Lages e eleito deputado estadual em 1974 e 1978. Restabelecido o pluripartidarismo no governo João Figueiredo ingressou no PDS e foi eleito vice-governador de Alagoas em 1982 na chapa de Divaldo Suruagy a quem substituiu em 1986 quando o titular renunciou para disputar uma cadeira no Senado.

Tavares foi um dos responsável pela vitória do Fernando Collor a governador pelo PMDB na disputa com o pefelista Guilherme Palmeira.

Dois filhos seus: Raimundo Tavares e Mauricio Tavares foram deputados estaduais.

Zé Tavares era pecuarista em Junqueiro e empresário. Ele teve um gesto importante como governante, quando mesmo não sendo do ramo, não deixou fechar a rádio Palmares adquirindo. Segundo Tavares não poderia deixar seus funcionários desempregados e depois vendeu a rádio para o grupo Verde Mares de Fortaleza.

Hoje por coincidência da vida, Raimundo Tavares retorna a política onde esteve afastado, sendo indicado pelo governador Renan Filho como assessor especial na coordenadoria política de sua gestão.

Sua neta, advogada Morgana Tavares é secretária adjunta de Esporte e Juventude do governo Renan Filho onde tomou posse há uma semana. Ela é filiada ao PMDB, onde deve ser candidata a prefeita da cidade de Junqueiro.

A viúva dona Liege Tavares recentemente esteve em Junqueiro prestigiando a homenagem do Tribunal de Justiça fez ao seu marido denominado o nome dele no Forum da Justiça. Zé Tavares ainda deixou duas filhas Salete e Tereza. Na Igreja São Pedro ontem(26) foi celebrada uma missa para o ex- governador alagoano Zé Tavares.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 26/04/2015 às 19:43 por em Bernardino

Só Sarney, Temer e Raupp separam Renan e Cunha

A amigos que lhe perguntam como vai ser esse duelo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o comandante do Senado, Renan Calheiros, responde assim: “Essa fase de querer se afirmar como liderança eu já passei. Eduardo está nessa fase. Não vou bater boca com ele”.

Aqueles que têm algum poder para tentar baixar a poeira da guerra entre o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o da Câmara, Eduardo Cunha, são: José Sarney, Michel Temer e Valdir Raupp. Todos os demais personagens já estão nas torcidas de um ou de outro.

A amigos que lhe perguntam como vai ser esse duelo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o comandante do Senado, Renan Calheiros, responde assim: “Essa fase de querer se afirmar como liderança eu já passei. Eduardo está nessa fase. Não vou bater boca com ele”.

O presidente da Câmara não pretende mudar nem um milímetro o ritmo que estabeleceu na Casa. Ele sabe que colocará o prestígio na Casa em risco, se sair do script da independência em relação ao Planalto e ao Senado

Fonte:.(Denise Rothenburg - Correio Braziliense)

Acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 26/04/2015 às 11:10 por Blog do Bernardino em Bernardino

Renan Filho usa estratégias rígidas para driblar dificuldades financeiras

Governadores de outros estados brasileiros tomam medidas extremas para administrar a máquina pública.

O governador Renan Filho, alegou que vários esforços de ajustes de contas já foram feitos desde o início do ano.

O limite nos gastos do orçamento público, determinado pela lei de responsabilidade fiscal aos estados brasileiros, impõe a necessidade de habilidade política e administrativa dos chefes executivos estaduais. A dificuldade em gerir as contas, impulsiona os governadores a usarem estratégias rígidas de adequação política. No Sul do país, uma medida extrema foi tomada para evitar um dano maior. 

O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori(PMDB), anunciou, nesta sexta-feira, 24, que para manter em dia os salários do funcionalismo, vai atrasar o pagamento da dívida com a União. Para ele, “atrasar o pagamento da dívida mensal do Estado com o governo da União é para justamente possibilitar todo o esforço que fazemos para manter em dia os pagamentos”, afirmou.

Sem apoio federal, o governador peemedebista optou por "retardar" o pagamento para não parcelar os salários dos servidores, em outras palavras. Sartori qualificou o ato de uma medida "extrema" e disse que a decisão não é um calote e não deve causar bloqueio de transferências de recursos da União. O pagamento deve ser feito no dia 10 ou 11 de maio.

O governador Renan Filho, alegou que vários esforços de ajustes de contas já foram feitos desde o início do ano. E assim como lá, Alagoas vem passando por aperto financeiro tão quanto o governo farroupilha.

Na Terra dos Marechais, o governador Renan Filho tem agido com cautela e adotado ações rígidas em sua administração. A generalizada crise na economia mundial e nacional, além dos entraves financeiros provocados por débitos deixados pela gestão anterior são fatores que emperram o andamento da execução de projetos e novas contratações, por exemplo. 

Ainda falando de Alagoas, as reservas técnicas da educação e da segurança pública aguardam um chamamento e o governo está impossibilitado de efetivar a convocação justamente pelo acerto das contas que está sendo feito a duras penas.

A perspectiva do governador Renan Filho disse com exclusividade ao Blog do Bernardino, é que com a redução da máquina pública, a diminuição dos gastos e o cumprimento das metas de trabalho estabelecidas nas secretarias seja possível driblar as dificuldades do contexto nacional e direcionar seus projetos para uma nova ótica governamental que atenda as principais necessidades da sociedade alagoana, sem agravar os débitos e muito menos comprometer o melhoramento do funcionalismo público.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

 

Postado em 26/04/2015 às 05:25 por em Bernardino

Arapiraca é destaque nacional na geração de empregos

Município registra melhor desempenho no Nordeste

Célia Rocha e Yale Fernandes comemoram o crescimento em geração de empregos em Arapiraca visitando obras

Samuel Alves

Estudo divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), com base em dados do Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Arapiraca é destaque nacional entre os municípios que mais geraram empregos nos primeiros meses deste ano em todo o Brasil.

Conforme a pesquisa realizada pelo Ministério do Trabalho, Arapiraca é a primeira do Nordeste e ocupa o 12º lugar no ranking nacional.

Para o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, este levantamento demonstra que o mercado formal de trabalho gerou 19.282 empregos com carteira assinada no mês de março. O que representa um aumento de 0,05% em relação ao mês anterior.

Segundo o ministro, esse crescimento ressalta o reaquecimento do mercado de trabalho que voltou a gerar vagas após três meses consecutivos de queda. O resultado é superior ao registrado no mesmo período de 2014, quando foram gerados 13.117 postos de trabalho.

A expectativa do ministro Manoel Dias é que neste mês de abril e nos próximos o crescimento permaneça e o mercado siga na tendência do crescimento. "Tivemos um janeiro negativo, um fevereiro que estabilizou e março já geramos emprego. A expectativa é de um abril ainda melhor”, avaliou.

No acumulado de2015, o saldo de vagas formais ainda está com mais de 50,3 mil postos de trabalho no vermelho. E na lista das cidades que mais criaram empregos formais neste ano quem se destacou em Alagoas não foi a capital Maceió, mas sim a interiorana Arapiraca, considerada a capital do Agreste do estado. Os dados seguem a tendência nacional em que cidades do interior superaram as capitais.

Os setores do comércio e de serviços são responsáveis por este crescimento de Arapiraca. A gestão da prefeita Célia Rocha (PTB) tem valorizado e ressaltado a abertura de empregos com incentivos de novas empresas que se instalaram na região.

Exemplo disto, é a empresa de Call Center AeC que se instalou este ano na cidade, no térreo do Garden Shopping Arapiraca e gerou mais de 1.500 empregos diretos. Neste mês de abril, por incentivo da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (Semics), vem selecionando mais de cinco mil pessoas para ocuparem novos postos de trabalho no setor.

Potencialidades
Com um comércio forte e aquecido, o que faz fomentar a economia local e crescimento dos setores comércio e serviços, Arapiraca vem se desenvolvendo desde a década de 1970 com a cultura do fumo, que ainda resiste e cria vagas de trabalho na zona rural da cidade, porém, não tem a mesma força daquela época.

“Essa notícia nos traz muita felicidade e aponta que estamos trabalhando no caminho certo pelo desenvolvimento e crescimento de Arapiraca. É o que estamos priorizando em nossa gestão”, apontou a prefeita Célia Rocha, parabenizando a secretária de Indústria, Comércio e Serviços, Myrka Lúcio e equipe, como também todas as secretarias envolvidas no trabalho.

Mais 500 vagas

Na semana passada, ao receber a visita de cortesia do vice-prefeito de Arapiraca, Yale Fernandes, que representou a prefeita Célia Rocha, em Maceió, o secretário de Estado do Trabalho e Emprego, Rafael Brito garantiu total apoio da rede estadual do Sistema Nacional de Emprego (Sine) para captar mão de obra e ocupar as mais de 500 vagas que estão disponíveis pela empresa de Call Center AeC instalada no município de Arapiraca.

Todas as contratações são feitas por meio do posto do Sine de Arapiraca. Os interessados devem ir munidos de RG, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho, currículo e uma caneta para participar da seleção ou entrar em contato pelo telefone 3522 1902.

A empresa AeCContatc Center, funciona desde janeiro em Arapiraca, com a geração de mais de 1.200 empregos diretos. Após o processo de seleção, caso seja aprovado, o candidato participa de uma fase de treinamento e em seguida é contratado.

Durante o encontro, Rafael Brito colocou a disposição outros serviços da Secretaria do Trabalho para atender a comunidade de Arapiraca, bem como de outras regiões do Agreste.

“Considero a cidade de Arapiraca importante centro econômico e com um grande potencial de mercado para colaborar com o retorno do crescimento do emprego no Estado. Em face disso, nos prontificamos a colaborar com o que for possível no sentido de aquecer o nível de empregabilidade no município”, afirmou.

Texto de Davi Salsa, especial para o Blog do Bernardino.

Acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com
 

 

 

Postado em 25/04/2015 às 18:04 por em Bernardino

Marcos Barbosa declara voto pela manutenção do veto ao PL da 17ª Vara

“A sociedade clama pela 17ª Vara, para que o combate ao crime organizado seja mais eficaz. Acredito que manter o texto como foi elaborado pelo Tribunal de Justiça seja o mais correto”, declarou.

“A sociedade clama pela 17ª Vara, para que o combate ao crime organizado seja mais eficaz. Acredito que manter o texto como foi elaborado pelo Tribunal de Justiça seja o mais correto”, declarou Barbosa

Esdras Mazoni/Revista Municipal

O deputado Marcos Barbosa(PPS) declarou publicamente, nesta quinta-feira, que é a favor do texto original do projeto de lei que disciplina a regulamentação e o funcionamento da 17ª Vara Criminal da Capital, assim como foi enviado pelo Poder Judiciário. O parlamentar informou que irá votar pela manutenção do veto governamental, quando o projeto retornar a plenário, o que está previsto para o meio da próxima semana.

“A sociedade clama pela 17ª Vara, para que o combate ao crime organizado seja mais eficaz. Acredito que manter o texto como foi elaborado pelo Tribunal de Justiça seja o mais correto”, declarou.

Entenda o caso

O projeto que recria 17ª Vara Criminal da Capital foi aprovado no ano passado com duas emendas parlamentares: uma delas limitava a investigações contra agentes públicos. Logo ao assumir o governo do Estado, este ano, o governador Renan Filho vetou parcialmente a matéria e justificou que havia “contrariedade ao interesse público”.

A matéria agora aguarda o parecer da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia. A comissão pediu vistas coletivas e deve apresentar o relatório na próxima terça-feira.

Postado em 25/04/2015 às 15:51 por Blog do Bernardino em Bernardino

Tucano Gilvan Filho defende concurso público em Girau de Ponciano

A pauta do encontro foi o concurso público realizado em 2012, na cidade que está sob judice, segundo o atual prefeito devido problemas no processo licitatório e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Gilvan Filho com o desembargador Alcides Castro defendendo a realização do concurso público

O líder do PSDB deputado estadual Gilvan Barros Filho (PSDB), esteve reunido nesta manhã  sexta feira(24)com o desembargador Alcides Gusmão, no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), acompanhado de algumas lideranças do município de Girau do Ponciano.

A pauta do encontro foi o concurso público realizado em 2012, na cidade que está sob judice, segundo o atual prefeito devido problemas no processo licitatório e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Mas, de acordo com as lideranças, a gestão municipal vem contratando funcionários de forma indiscriminada.

Segundo o desembargador Alcides Gusmão, não há prazo para o processo ser julgado. “Sei da minha responsabilidade, do meu dever funcional e espero resolver a questão o quanto antes, mas são mais de 700 processos para serem julgados. Há especulação sobre a decisão é normal, pois ainda não se tem uma definição.”, informou Gusmão.

Para o deputado Gilvan Filho, o anseio de resolver o processo e ter uma decisão positiva é grande. “Entendemos a necessidade de se ter uma resposta para o processo. Girau do Ponciano não é um município rico e o concurso público é um meio legal para as pessoas conquistarem os seus objetivos. Estamos a disposição da sociedade para mediar os encontros e tentar ajudá-la.”, disse Gilvan Filho.

acesse Twitter BsoutoMaior

E-mail Bernardinossm01@hotmail.com

Postado em 25/04/2015 às 08:46 por em Bernardino

Bancada de Alagoas não chega ao consenso na disputa dos cargos federais

Apenas, o Porto de Maceió a indicação foi pessoal da Dilma nomeando Rosiane Beltrão (PT)

Essa foi a terceira reunião da bancada de Alagoas para discutir cargos federais em Alagoas

Alexandre Amarante/Ascom PDT

A bancada de Alagoas  está tendo muita dificuldades no consenso na relação para distribuição dos cargos federais.

Já se realizou três reuniões e nada de chegar um acordo. Maioria dos deputados e senadores está de olho grudados no comando do INSS que no momento é do senador Renan Calheiros(PMDB). A Codevasf no baixo São Francisco do federal Givaldo Carimbão(Pros), o DNIT é do deputado federal Mauricio Quintella(PR) a CBTU nas mãos do senador Biu de Lira(PP) e Arthur Lira(PP), Funasa com Renan Calheiros, delegacia do Trabalho com o PDT de Lessa.  Ainda chama atenção nas reuniões deles, outros cargos, algumas vezes , acabam em atritos.

Até o momento dos cargos federais, apenas o Porto de Maceió já foi definido: Rosiane Beltrão(PT) numa indicação direta da presidenta Dilma Rousseff.

O vice presidente e articulador do governo Dilma, aguarda uma decisão do consenso.

 A  terceira reunião da bancada de Alagoas, desta vez, para discutir as indicações dos cargos federais no Estado.

Para a maioria deles, já há consenso.

Segundo o coordenador de bancada, federal Ronaldo Lessa(PDT)Vamos agora amadurecer a discussão para os que ainda não há acordo. Participaram do encontro os deputados Maurício Quintella (PR), Arthur Lira (PP), Givaldo Carimbão (Pros), Cícero Almeida (PRTB), Paulão (PT) e Marx Beltrão (PMDB).  Na ultima reunião acontecida na quinta feira-23).

Em tempo: O blog do Bernardino manda por aqui felicitação por hoje ser o seu dia de aniversário: Ronaldo Lessa(PDT)

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 25/04/2015 às 06:02 por em Bernardino

Renan Filho articula reabertura da Camila em Batalha

“A cadeia produtiva do leite precisa da finalização, da industrialização do produto. Com a produção do leite em pó, longa vida, queijo mecanizado cria-se um mix que permite o faturamento elevado o ano inteiro”, explicou Renan Filho.

Renan promete para reabrir a Camila em Batalha

Cortesia Márcio Ferreira

 O governo de Alagoas tem empenhado um papel fundamental, de articulação, para a reabertura da Camila – unidade de beneficiamento do leite – no Sertão. O governador Renan Filho conduziu, nesta sexta-feira (24), mais um debate parar trazer solução ao resgate da fábrica.

Para o governador alagoao, a reabertura da unidade resolveria um problema que hoje afeta todo o Sertão e principalmente a Bacia Leiteira. “A cadeia produtiva do leite precisa da finalização, da industrialização do produto. Com a produção do leite em pó, longa vida, queijo mecanizado cria-se um mix que permite o faturamento elevado o ano inteiro”, explicou Renan Filho.

Atualmente, a Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) reúne mais de 4.500 produtores. Na ocasião, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Dantas, tratou sobre o momento. “É importante o envolvimento do Governo e da bancada federal para que possamos financiar a reestruturação da indústria aos tempos atuais. É um passo importante para a região, para o setor, que passa por uma crise. Esse encontro viabiliza o resgate de um patrimônio”, avaliou.

O deputado federal Givaldo Carimbão revelou a necessidade da modernização atender aos padrões do Serviço de Inspeção Federal (SIF). “Somente adaptada ao SIF, a cooperativa poderá vender seus produtos para a Conab [Companhia Nacional de Abastecimento], por exemplo”, pontuou o parlamentar.    

Uma nova visão sobre a ampliação do mercado foi apresentada pelo presidente da CPLA, Aldemar Monteiro. “Esse é um projeto estruturante, de economia solidária. A nossa ideia não é depender dos programas sociais, estes são um start. Precisamos andar com as nossas próprias pernas. Esse é o objetivo da cooperativa”, declarou.

Da parte do governo do Estado, Renan Filho assegurou que a compra do produto à CPLA para o Programa do Leite será mantida. Na última quarta-feira (22), o conselho gestor do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) autorizou a liberação de R$ 6,4 milhões para a iniciativa, que viabiliza a distribuição de leite para 80 mil famílias alagoanas.

acesse>twitter@Bsoutomaior

Email Bernardinosm01@hotmail.com
 

Postado em 24/04/2015 às 20:25 por em Bernardino

Renan Calheiros diz que não vai polemizar com Cunha

O capítulo mais recente da disputa se deu esta semana, diante da ameaça de Cunha de retaliar Renan caso ele travasse o projeto de lei que trata da regulamentação do trabalho terceirizado no País.

Calheiros não vai enfrentar em polêmica com Cunha

Tadeu Alencar/Agencia Senado

Brasilia, - urgente -O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou, hoje, nota dizendo que não vai polemizar com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os dois estão em queda de braço desde que o aliado de Renan, Vinícius Lages, foi desalojado do Ministério da Integração Nacional em favor do apadrinhado de Cunha, o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves.

O capítulo mais recente da disputa se deu esta semana, diante da ameaça de Cunha de retaliar Renan caso ele travasse o projeto de lei que trata da regulamentação do trabalho terceirizado no País.

Nos bastidores, conforme revelou na quinta-feira, o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, o presidente do Senado discute com aliados próximos "engavetar" o projeto que trata da terceirização. Renan tem dito que não concorda com o texto que foi aprovado pelos deputados em plenário e, diante da ameaça de Cunha de restabelecer o que passou na Câmara, deve segurar a votação da proposta pela Casa ao menos durante a sua gestão, que se encerra em janeiro de 2017.

"Não vou polemizar com o Presidente da Câmara dos Deputados. Tal controvérsia só interessa àqueles que não querem o fortalecimento e a independência do Congresso Nacional, àqueles que têm horror ao ativismo parlamentar", afirmou.

Renan Calheiros disse que não há nenhuma matéria importante que veio da Câmara que não tenha sido apreciada pelo Senado. O peemedebista disse que, dentre as "inúmeras proposições" do Senado paralisadas na Câmara, está o Código do Usuário do Serviço Público. Segundo ele, a proposta é uma exigência da sociedade que, além de passar por dificuldades econômicas, é obrigada a conviver com a falência dos serviços públicos.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 24/04/2015 às 16:40 por Blog do Bernardino em Bernardino

Pais, alunos e professores protestam contra prefeito e secretário de Educação

Os manifestantes gritaram palavras de ordens, cobravam o retorno da diretora da escola e queimaram pneus.

Prefeito James conseguiu unaminidade de pais, alunos e professores manifestaram contra ele

Revoltados pais, alunos e funcionários da rede municipal de ensino de Palmeira dos Índios foram às ruas na manhã de ontem [23] no bairro de Vila Maria para protestar contra o afastamento da diretora da Escola Municipal, Marinete Neves, Edjelma de Souza Moura Melo, que teria ocorrido por determinação do prefeito James Ribeiro e seu secretário de Educação, Luiz Lobo e sua equipe.  

Os manifestantes gritaram palavras de ordens, cobravam o retorno da diretora da escola e queimaram pneus.

Eles também fecharam à rua de acesso a Unidade de Pronto Atendimento [UPA], que fica nas proximidades do Marinete Neves. “Ela é a melhor diretora que esta escola já teve. Isso é perseguição, queremos ela de volta” desabafou, Eliane Peixoto de Almeida.

A professora Edjelma é irmã da ex-secretária municipal de Educação, Aparecida Costa, que atualmente ocupa a pasta da Cultura. Isso pode abalar a relação com a família Costa, que é antiga aliada do prefeito. Enquanto isso, a quebra-de-braço de James Ribeiro com os professores vai ganhando novos capítulos.

Uma fonte do governo que preferiu o anonimato para não sofrer retaliações ou perseguições contou que “ninguém sabe ao certo o aconteceu ou motivou o afastamento da professora Edjelma, mas isso está acontecendo em várias escolas. As nomeações são políticas e isso está na cara” revelou assustado.

Luiz Lobo é irmão do ex-secretário de Comunicação [Governo de Téo Vilela], Eduardo Lobo.

De temperamento forte e avesso ao diálogo, Luiz Lobo vem causando muitos problemas na administração tucana em Palmeira. Foi ele o autor do polêmico projeto [Plano de Cargos e Carreira da Educação] que gerou a discórdia entre governo/profissionais e assim por diante.   

acesse>twitter@Bsoutomaior

E=-mail Bernardinosm01@hotmail.com
 

Postado em 24/04/2015 às 13:24 por em Bernardino

Bispo alagoano Dom Henrique pede inclusão social em Pertnambuco

Lembrou que a Mata pernambucana já viveu o apogeu e hoje convivi com a morte da cana de açúcar .

Dom Henrique, alagoano de Junqueiro foi curto e grosso com o governador Paulo Câmara(PE)

Bispo de Palmares, alagoano de Junqueiro, dom Henrique Soares fez uma intervenção curta e dura no seminário Todos por Pernambuco, realizado em Palmares pelo governador socialista Paulo Câmara.

Lembrou que a Mata já viveu o apogeu e a morte da cana de açúcar e pediu apenas que o governador Paulo Câmara não esqueça de continuar cumprindo as metas dos programas de inclusão social.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com