Postado em 30/03/2015 às 07:00 por Blog do Bernardino em Bernardino

Collor apresenta PEC que institui o parlamentarismo no Brasil

O senador Collor já havia publicado estudo explicativo a respeito do parlamentarismo.

Collor deseja parlamentarismo para o Brasil

Agência Senado

Já se encontra na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), de número 32/2015, de autoria do líder do bloco parlamentar 'União de Força', senador Fernando Collor de Mello (PTB/AL), que institui o parlamentarismo no Brasil.

Ao retomar o debate acerca do sistema parlamentar de governo, o ex-presidente pauta a discussão política no País, ao levar o tema à discussão no Congresso Nacional, onde integra a Frente Parlamentarista. Collor já havia publicado estudo explicativo a respeito do parlamentarismo.

O senador considera o parlamentarismo a forma mais eficiente e moderna de trazer o relacionamento político para um âmbito que não seja o do combate constante entre o Legislativo e o Executivo, e o considera também mais ágil, mais eficaz e dinâmico, tanto na administração pública como na superação de crises políticas e institucionais. Segundo o senador, a PEC apresentada não deve ser encarada como um produto acabado e definitivo, mas, sim, como um passo inicial de uma matéria passível de aperfeiçoamento.

“Há mecanismos do parlamentarismo que, além de amenizar as crises, estreitam a relação popular, a começar pela possibilidade de dissolução da Câmara e a convocação de novas eleições em momentos de instabilidade política e institucional”, expôs o senador, acrescentando que o momento é bastante oportuno para se retomar essa discussão, não só pelo estado de efervescência popular que vive o Brasil, com o povo nas ruas pedindo mudanças.

Collor destacou também que a história recente comprova que o parlamentarismo permite um maior controle da sociedade sobre o governo por meio da constante presença do Chefe do Executivo ao atender o chamado do Congresso Nacional para, em audiências públicas, dar explicações sobre as políticas e as ações. Ele defendeu ainda uma maior responsabilidade ao Congresso, fortalecendo e qualificando seus integrantes e induzindo o eleitor a ter um papel mais qualitativo na participação política, sobretudo em relação às suas escolhas na hora do voto.
Diante da manifestações que se multiplicam no Brasil, Collor diz que os movimentos têm demonstrado a insatisfação da sociedade com o sistema político vigente no Brasil, e, na sua avaliação, uma reforma política não surtirá o efeito desejado se não for acompanhada de uma autêntica reforma administrativa nos três níveis dos poderes, particularmente no âmbito do Executivo, e em todos os entes da Federação, a começar pela redução de ministérios, órgãos públicos e cargos comissionados.

"Mais do que um simples processo de convencimento, consideramos que a empreitada vai muito mais além que apresenta a PEC. Assim, não só devemos fazer acreditar que se trata de um modelo mais propício à nossa forma de governar, mas também discutir, entre as opções e experiências que o mundo nos apresenta, qual a que melhor se adapta ao caso brasileiro. Esta contribuição constitui apenas um primeiro degrau do imenso desafio que teremos daqui em diante”, expressou Collor, que contou com a assinatura de 30 senadores na apresentação da PEC à CCJ do Senado.

A defesa do sistema parlamentar de governo vem sendo crescente, inclusive no campo acadêmico. Em artigo publicado no Estadão intitulado 'A crise é institucional', o ex-professor titular de Ética e Filosofia Política da PUC-SP, Carlos Matheus, aponta que o sistema presidencialista brasileiro é uma sucessão de monarquias temporárias, prolongadas pela permissão da reeleição que, segundo ele, tem se revelado extremamente deficiente e danosas. Para Carlos Matheus, se o atual regime brasileiro fosse parlamentarista, a crise que assola o País neste momento teria proporções bem menores.

“Parlamentaristas são todos os países europeus - onde também há crises -, mas que são solucionadas de imediatas com convocação de novas eleições. Por meio do voto, o povo é consultado para escolher as melhores soluções, a serem apresentadas pelos partidos para a superação da crise. Já no Brasil é o contrário, diante da crise, os que acabaram de ser eleitos se mostram incapazes de superá-la, obrigando o povo a esperar por mais quatro anos para se manfiestar a respeito como quer ser governado”, pontuou o ex-professor.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail>Bernardinosm01@hotmail.com
 

Postado em 30/03/2015 às 06:28 por em Bernardino

Agronômo alagoano descobre 33 espécies nativas de mandioca em Alagoas

Engenheiro agrônomo consultor do Sistema OCB/AL - Organização das Cooperativas Brasileiras em Alagoas -, Nelson Vieira, levantou 33 espécies nativas de mandioca em Alagoas.

engenheiro agrônomo consultor do Sistema OCB/AL - Organização das Cooperativas Brasileiras em Alagoas -, Nelson Vieira, levantou 33 espécies nativas de mandioca em Alagoas.

Ao longo de três meses de pesquisa, o engenheiro agrônomo consultor do Sistema OCB/AL - Organização das Cooperativas Brasileiras em Alagoas -, Nelson Vieira, levantou 33 espécies nativas de mandioca em Alagoas.

O objetivo do trabalho é registrar as variedades no Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o que trará, entre outros benefícios, a facilitação de aquisição de empréstimo bancário e ressarcimento de perda de safra de milhares de produtores rurais.

Alagoas tem hoje mais de 40 mil produtores de mandioca. Dos 102 municípios, 86 produzem o vegetal que é beneficiado no Estado, consumido internamente e exportado. Segundo Nelson Vieira, além do reconhecimento nacional e internacional, o registro das espécies crioulas é necessário na hora em que os agricultores solicitam empréstimos bancários para a produção ou ressarcimento de perda de safra junto à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“Apoiamos a pesquisa porque entendemos a importância desse trabalho para facilitar o crescimento econômico de muitos produtores, inclusive os que trabalham em cooperativa. Hoje temos Brasília como grande comprador dos diversos tipos de produtos da mandioca cultivada em Alagoas e sabemos que mais de 50% da produção agropecuária do Brasil vem de cooperativas”, pontua Marcos Rocha, presidente do Sistema OCB/AL.

Na quarta-feira (18) e na quinta-feira (19) um técnico do MDA estará em Alagoas para treinar o engenheiro agrônomo quanto às etapas de inclusão das informações agronômicas e botânicas de cada espécie no site do órgão. “A mandioca e seus derivados são itens sempre presentes na mesa dos brasileiros. Esperamos que esse trabalho traga benefício tanto para o produtor quanto para o consumidor”, disse o consultor do Sistema OCB/AL.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail>Bernardinosm01@hotmail.com
 

Postado em 29/03/2015 às 17:02 por Blog do Bernardino em Bernardino

Na Semana Santa a Nova Cidade de Maria em Craíbas será um grande centro de peregrinação em Alagoas

A Cidade de Maria foi construída em 2006 pelo deputado federal Givaldo Carimbão para ajudar pessoas com dependência química

Semana Santa na Cidade de Maria em Craibas

A Nova Cidade de Maria, que fica no município de Craíbas, vai se tornar um grande centro de peregrinação em Alagoas. O local foi inaugurado nessa segunda-feira (23) e está com uma grande estrutura para receber a super produção do espetáculo da Paixão de Cristo.

São 12 cenários, 230 atores, cerca de 70 integrantes da produção e um local com capacidade para abrigar o público de até 21 mil pessoas. "É tudo muito grandioso. O templo de Jerusalém tem oito metros de altura e 25 metros de largura", contou o diretor do espetáculo, Alberto do Carmo. Além do templo, também se destacam os cenários da Santa Ceia, do calvário e dos palácios de Pilatos e de Herodes.

"Aqui tem um diferencial. Quando você chega, já tem um grande impacto, com os cenários a sua frente", reforçou o diretor. Alberto do Carmo disse ainda que o público vai ver novidades nos efeitos especiais da cena da ressurreição de Jesus e antecipou também que, como o espetáculo é encenado em um local que faz homenagem à Maria, ela ganhou uma participação de mais destaque, quando se comparada a outros espetáculos da Paixão de Cristo. "Ela é mais presente, é uma mãe mais valorizada nas cenas", adiantou o diretor.

A atriz que faz o papel de Maria, Diva Gonçalves, já tem mais de dez anos de experiência em interpretar a mãe de Jesus, um trabalho que a orgulha bastante. "Eu sou católica, então me sinto muito gratificada em ter esse papel. E aqui é um lugar maravilhoso, você sente um clima de espiritualidade", garantiu.

Espetáculo

Os atores estão nos últimos ensaios e, na segunda-feira (30), o espetáculo começa a ser apresentado. O primeiro dia vai contar com a encenação exclusiva para padres e religiosos convidados. Já nos dias 3, 4 e 5 de abril, o complexo teatral vai ser aberto ao público.

A peça começa às 18h30. Os ingressos custam de R$ 50 a R$ 100 e já estão à venda no Garden Shopping, em Arapiraca, e também em Maceió, no estande da Folia Brasil (G Barbosa Stella Maris), no Acesso Vip (Park Shopping) e Vip Alagoas (Maceió Shopping).

Trabalho social e evangelizador

A Cidade de Maria foi construída em 2006 pelo deputado federal Givaldo Carimbão para ajudar pessoas com dependência química. Hoje, 80 pessoas com problemas de dependência química recebem o tratamento no local. "Essa fazenda aqui é para recolher gente, recuperar almas", contou Carimbão.

O trabalho recebe o apoio do poder público, de empresários da região e também da igreja. "Tudo o que vemos é um meio e são os meios que têm uma finalidade de evangelização, uma finalidade pastoral de conduzir as pessoas a superar as dificuldades para encontrar-se com Deus", afirmou o bispo de Penedo, Dom Valério Breda.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail:Bernardinosm01@hotmail.com

 

Postado em 29/03/2015 às 15:27 por blog do Bernardino em Bernardino

IFAL Campus de Murici terá sua sede definitva inaugurada em maio desse ano

A construção foi orçada em R$ 8.180.000,00 tem hoje 410 alunos matriculados em 2014

A obra do Ifal Campus de Murici

A sede definitiva do Ifal Campus de Murici está prevista para ser inaugurada em maio deste ano. Orçada em R$ 8.180.000,00, o Ifal contará, além dos serviços de assistência estudantil e administrativo, com 12 salas de aula, 1 laboratório de Física e Matemática, 3 laboratórios específicos de agroindústria, 1 laboratório de línguas - Ingês e espanhol, 1 laboratório de informática, 1 Ginásio de Esportes, 1 auditório com capacidade para 130 pessoas e aréa de convivência.

O Ifal Campus de Murici oferta cursos técnicos de nível médio integrado em Agroecologia e Agroindústria, com 410 alunos em 2014, distribuidos pelas cidades: União dos Palmares tem 203 alunos, Murici tem 135 alunos, Messias 28,  Maceió 14, Rio Largo 2, Santana do Mundau 4 e um aluno de Serra do São José (PE).

 Tem ainda no Ifal de Murici 16 projetos de Pesquisa, que envolvem 17 alunos que recebem por sua participação uma bolsa de R$ 350,00, totalizando nessa modalidade R$ 5.959,00 pagos mensalmente em bolsas de Pesquisa.

Desenvolve 35 projetos de Extensão e dois programas extensionistas, a saber, Arte-IFAL e Minha Comunidade, envolvendo 98 alunos que recebem por sua participação uma bolsa de R$ 350,00, totalizando R$ 34.300,00, pagos mensalmente em bolsas de Extensão.

Oferta aos educandos um serviço de monitoria, como suporte de aprendizagem,totalizando 16 monitores, de diversas disciplinas, todos com bolsas de R$ 350,00 cada, somando um valor de R$ 5.600,00.

Acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail:Bernardinosm01@hotmail.com

 

Postado em 29/03/2015 às 12:13 por Blog do Bernardino em Bernardino

Em Junqueiro: Justiça de Alagoas homenagea ao ex-Governador Zé tavares

Zé Tavares foi secretário estadual de Educação e Cultura, deputado estadual por quatro mandatos, presidente da Assembleia em duas legislaturas, vice-governador por dois mandatos e Governador do Estado de Alagoas no período de 1986 a 1987.

Presidentedo TJ alagoano Washington Luiz com familiare do ex-Governador Zé tavares

Foto:Esdras Mazoni/Revista Municipal

INÍCIO
BLOGS
NOTÍCIAS
Arapiraca
Esporte
Polícia
Política
VÍDEOS
FOTOS
CONTATO

Política | Bernardino Souto

Quem é Bernardino Souto? Bernardino Souto Maior iniciou no jornalismo aos 17 anos, em 1968, na rádio Educadora Palmares fazendo esporte. Passou pelos jornais: Correio de Maceió, Semanário Desafio, Jornal de Alagoas e Tribuna de Alagoas (extintos) e Jornal Gazeta de Alagoas.
29/03/2015 09:39:59
Justiça presta homenagem ao ex-governador Zé Tavares denominado seu nome no Forum
Esdras Mazoni/Revista Municipal Raimundo Tavares agradecendo em nome da família a homenagem ao seu pai

A comunidade do município de Junqueiro, a 86 km de Maceió, conta com um Fórum de Justiça completamente renovado a partir desta sexta-feira (27). Na solenidade de reinauguração do prédio, o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Washington Luiz Damasceno Freitas, frisou a impacto positivo que a obra traz para os trabalhos jurisdicionais.

“Os jurisdicionados terão condições de serem melhor atendidos e a gente já observa a satisfação no semblante das pessoas. Com a estrutura que estamos dando, inclusive de informatização, os operadores do Direito vão poder trabalhar com maior rapidez”, destacou o desembargador Washington Luiz.

Em discurso, o presidente Washington Luiz garantiu que esta é a primeira de muitas obras que serão concluídas durante sua gestão e prestou homenagens à José de Medeiros Tavares, ex-governador de Alagoas que dá nome ao prédio. “Junqueiro é um celeiro que produz grandes homens públicos para o Estado”, afirmou.

 Na solenidade, familiares do ex-governador José Tavares estiveram presente liderado pela viúva Liege Tavares, seus filhos e netos.

O ex-deputado Raimundo Tavares, filho do homenageado, agradeceu ao presidente Washington Luiz pela indicação do nome e ao Pleno do TJ/AL pela aprovação da homenagem, por unanimidade. “Esses acontecimentos apenas confirmam que nosso querido José Tavares sempre foi um amigo da Justiça e, porque não dizer, dos poderes constituintes. Imagino quanta alegria o meu saudoso pai está sentindo no plano superior”.

O prefeito do Município, Fernando Soares Pereira, elogiou a escolha do homenageado e agradeceu ao presidente e a toda Corte de Justiça pelas melhorias no equipamento público.

Tambem estiveram presentes, o senador Benedito de Lira(PP) e o presidente da AMA, prefeito de Jundiá da Praia, Marcelo Beltrão. Entre os desembargadores se encontrava o James Magalhães, primo do ex-governador Zé Tavares.


O magistrado Kleber Borba Rocha, titular da Comarca de Junqueiro, considera que o Município “está virando mais uma página na sua história”. “Ainda que possa parecer apenas uma construção física, o seu efeito vai muito além disso. A existência de um prédio com essas características traz ao cidadão a segurança de que neste local se busca a todo custo realizar justiça”, discursou.

Além de Kleber Borba, outras 13 pessoas trabalham no prédio diretamente com a prestação jurisdicional. Tramitam hoje na unidade 620 processos, mas o magistrado ressaltou que eram cerca de 1090 ações em dezembro de 2013, quando ele assumiu a Comarca. Para o juiz, a nova estrutura serve para motivar ainda mais os servidores.

A obra

Foram investidos R$ 137 mil na reforma, custeados pelo Fundo Especial de Modernização do Poder Judiciário (Funjuris). A obra incluiu a adaptação de uma sala para utilização de advogados e a Defensoria Pública, e a conversão de um local em cela, para receber réus presos que forem ser ouvidos em audiências. Toda a rede elétrica do prédio foi refeita, assim como a rede lógica, para comunicação interna entre computadores e acesso à internet.

O Departamento Central de Engenharia e Arquitetura (DCEA) do TJ/AL também instalou no prédio um sistema de captação de água da chuva para irrigar o jardim de forma mais ecológica. Também foram reparadas ou trocadas portas, fechaduras e cerâmicas. Além da reforma, a maior parte dos móveis do Fórum foi substituída.
Fórum Governador José de Medeiros Tavares.

Em resolução emitida no último dia 17 de março, o prédio do Fórum foi nomeado em homenagem ao junqueirense José de Medeiros Tavares, tendo em vista os relevantes serviços prestados ao Município, ao Poder Judiciário e ao Estado de Alagoas. O nome foi aprovado pelo Pleno do TJ/AL.

José de Medeiros foi secretário estadual de Educação e Cultura, deputado estadual por quatro mandatos, presidente da Assembleia em duas legislaturas, vice-governador por dois mandatos e Governador do Estado de Alagoas no período de 1986 a 1987.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail:bernardinosm01@hotmail.co

 

Postado em 29/03/2015 às 08:14 por Blog do Bernardino em Bernardino

Dois jovens empresários investem em pleno sertão de Alagoas um megaempreendimento

A empresa possui uma frota com 12 caminhões, um quadro de 120 funcionários treinados e capacitados, uma equipe de vendedores externos e mais de 13.000 itens para comercialização.

Dois jovens empresários sertanejos decidiram investir no alto sertão de Alagoas

Cortesia:Visão Alagoas

Dois jovens empresários sertanejos os irmãos  Carlos André e Juvenal Abreu decidiram investir em pleno sertão de Alagoas com um megaempreendimento na cidade de Olho d'Agua das Flores que vai inaugurar dia dez de abril o Armazém Home Center.

O empreendimento vai gerar mais empregos e renda para a região sofrida do alto sertão de Alagoas.

A força empreendedora dos irmãos Carlos André e Juvenal Abreu mostra a confiança dos investidores locais em um novo cenário político, social e econômico que tem sido a tônica dos pronunciamentos do governador Renan Filho (PMDB) e equipe.

A empresa possui uma frota com 12 caminhões, um quadro de 120 funcionários treinados e capacitados, uma equipe de vendedores externos e mais de 13.000 itens para comercialização.

A história dos irmãos investidores começou em 2002, quando Carlos André saindo de uma sociedade de mais de 25 anos no ramo de Material de Construção, inaugurou o Armazém da Construção, empresa que se dedica ao comércio varejista de Material de Construção na cidade de Olho d’ Água das Flores.

Dando continuidade a essa linha empreendedora, a empresa se expande, ainda mais, com a chegada do irmão Juvenal Abreu de Melo Neto, que juntos fundaram a Abreu e Silva Distribuidor, que atua em todo Estado de Alagoas.


acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 29/03/2015 às 03:37 por Blog do Bernardino em Bernardino

Aldo Rebelo vai retornar à articulação política para aproximar Dilma de Renan

Essa ida do alagoano de Viçosa Aldo Rebelo para perto da presidente Dilma tem dedo do ex-presidente Lula que é bastante afinado com os alagoanos Aldo e Renan.

Aldo Rebelo tem uma afinidade de amizade muito grande com Renan

Pedro Araújo/Agência Senado

Brasília, com exclusidade do Blog Bernardino -Custou, mas a presidente Dilma Rousseff começa a trabalhar algumas mudanças na estrutura de governo e de ministros. Aldo Rebelo, hoje na Ciência e Tecnologia, é considerado o nome para retornar à articulação política.

A missão dele seria, basicamente, cuidar de Renan Calheiros, a quem o governo considera hoje o mais perigoso dos aliados. Mais até que o próprio presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Essa ida do alagoano de Viçosa Aldo Rebelo para perto da presidente Dilma tem dedo do ex-presidente Lula que é bastante afinado com os alagoanos Aldo e Renan.

Além da mudança na articulação política, estão em curso os estudos para redução do número de ministérios, de 39 para 29 (não chega aos 20 sugeridos no projeto do PMDB, mas já é uma forma de dar discurso aos integrantes da base para evitar a votação da proposta de emenda constitucional dos peemedebistas).

Lages na Conab
Com Henrique Eduardo Alves certo no Turismo, o atual ministro, Vinícius Lages, entrou na lista para assumir a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Assim, o PMDB, que já tem o Ministério da Agricultura, terá outro espaço ali. Quem não vai gostar é o PTB, que hoje comanda a área e não abre mão. Esse é hoje um dos motivos da irritação do líder da bancada na Câmara, Jovair Arantes.
 

Postado em 28/03/2015 às 17:58 por Blog do Bernardino em Bernardino

Ministro Turismo foi informado de sua demissão na estrada a caminho de Brejo da Madre Deus(Pe)

Ele estava com o governador pernambucano João Câmara(PSB) indo assistir uma apresentação fechada da Paixão de Cristo

Via celular ministro alagoano Vinicius Lages é informado de sua saída por agente do Palácio do Planalto

Recife(Pe), exclusividade do Blog do Bernardino -O ministro do Turismo,  alagoano Vinicius Nobre Lages que –como se sabe- já estava demitido desde o começo da semana quando confirmou-se a escolha do ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves(PMDB).

 Para sua infelicidade, Lages foi informado de que estava demitido ainda na estrada a caminho de Brejo da Madre Deus, quando viajava em companhia do governador pernambucano João Câmara(PSB).

Mesmo assim, o governador pernambuco levo Lages, que esteve no Recife durante o Carnaval, voltou ao Estado na sexta feira 27 para assistir ao espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, na Fazenda Nova, Brejo da Madre de Deus, Agreste do Estado.

 Ele foi um dos convidados para a sessão fechada que é sempre realizada antes da temporada aberta ao público. Lages foi a convite do secretário de Turismo do Estado, Felipe Carreras.

Lages mesmo sendo bem avaliado pelo Trade Turistico brasileiro, perdeu o cargo que exercia há 1 ano e 18 dias.
Recentemente, Lages foi a comissão de Turismo no Senado, onde vários senadores elogiaram a formula que ele vinha se comportando no Ministério, inclusive era um dos ministro da Dilma que mais frequentava o Congresso Nacional fazendo a sua prestação de conta de sua gestão.

A queda do ministro alagoano repercutiu no Brasil inteiro, por exemplo, em Minas Gerais,o senador tucano  Antonio Anastasia (PSDB-MG) declarou, que tinha ficado surpreso com a sua demissão, porque Lages vinha realizando um bom trabalho. Ele lembrou que recentemente na comissão do turismo do senado, esteve com Lages.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mailBernardinosm01@hotmail.com

Postado em 28/03/2015 às 16:29 por Blog do Bernardino em Bernardino

PSB Nacional "namora" com JHC para a eleição municipal na disputa de prefeito de Maceió

O partido elegeu 432 prefeitos em 2012, cinco dos quais de capitais importantes e a meta em 2016 é eleger 500 prefeitos

Rui Palmeira e JHC deverá ficar em palanque diferentes em 2016

O PSB reuniu em Brasília os presidentes dos diretórios regionais para começar a discutir 2016, inclusive com a participação da presidente Kátia Born, de Alagoas.

O partido elegeu 432 prefeitos em 2012, cinco dos quais de capitais: Geraldo Júlio (Recife), Roberto Cláudio (Fortaleza), Márcio Lacerda (Belo Horizonte), Mauro Mendes (Cuiabá) e Mauro Naziff (Porto Velho).

O projeto do partido é eleger 500 prefeitos, entre os quais Romário (RJ), Marta Suplicy (SP), Beto Albuquerque (Porto Alegre) e Geraldo Júlio (Recife) de novo e se encontra na relação com viável candidato o deputado federal JHC, o mais votado na eleição de 2012.

Sabe-se, corre nos bastidores que o JHC já está bem avançado na negociação para assumir essa missão do partido em Maceió.

Fala-se, em Maceió que a família Caldas está preste a romper com o prefeito tucano Rui Palmeira.

A informação que os Caldas estão exigindo mais depois da votação de JHC em Maceió, quando se sabe que houve uma transferência muito grande do Rui Palmreira que ajudou na eleição de JHC, do tucano Pedro Vilela e do republicano Mauricio Quintella.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail.Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 28/03/2015 às 14:28 por Blog do Bernardino em Bernardino

Voluntários recolhem lixo na Orla de Maceió

O Projeto mantem um site e mídias sociais onde propõe debates com os leitores e seguidores sobre problemas na cidade , valorização cultural e outros assuntos de interesse coletivo, despertando sempre os participantes para um senso critico e para buscar resolução dos problemas

Lixo na praia de Maceió

http://admin.cadaminuto.com.br/noticias/new#

A Iniciativa é do Projeto Nossa Maceió que tem como objetivo valorizar a cidade e buscar melhorias para a comunidade através de ações tem o apoio da Casal.

Todos os finais de semana as beleza das nossa praias atrai milhares de pessoas em busca de descanso e ambulantes que faturam fazendo renda extra, mas com o passar das horas, o cenário vai se transformando, e a areia branca ganha novas características e se torna muito suja pela quantidade de lixo jogado nas praias.

Pensando nisso, um grupo de voluntários do Projeto Nossa Maceió vão percorrer as praias de Pajuçara e Ponta Verde que são as mais procuradas e ponto de lazer típico na cidade e realizar no próximo domingo 29/03, uma ação de gentileza, recolhendo lixo das praias e do calcadão que são deixado pelos banhistas.

Objetivo é conscientizar as pessoas para a importância do cuidado com o meio ambiente, descarte do lixo no lixo e uma consciência ecológica dos frequentadores.

Para um dos voluntários da ação, João Victor, ainda serão necessárias muitas ações para “formar uma consciência de cuidado com o meio ambiente na população.

"Encontramos todos os finais de semana crianças que simplesmente jogam o palito do picolé na areia e Isso é preocupante.

Não estamos ensinando aos menores que uma ação assim, é errada e traz danos! Precisamos mobilizar mais atividades semelhantes para inferir essa ideia de zelo e cuidado com o meio ambiente a todos os moradores da Nossa Maceió, diz. Informações sobre O projeto Nossa Maceió O Nossa Maceió nasceu em 2014 e foi criado por um grupo de amigos que cansaram de esperar o poder público e partiram para realizar ações que melhoram a cidade de Maceió e beneficiam a comunidade.

O Projeto mantem um site e mídias sociais onde propõe debates com os leitores e seguidores sobre problemas na cidade , valorização cultural e outros assuntos de interesse coletivo, despertando sempre os participantes para um senso critico e para buscar resolução dos problemas.

O Nossa Maceió convida parceiros e soma forças com empresas privadas para participar ativamente de uma Maceió melhor para todos. "Queremos despertar o amor do cidadão pela sua cidade e fazer com que cada um faça a sua parte e não fique somente reclamando", Nossa Maceió.
acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 28/03/2015 às 06:02 por Blog do Bernardino. em Bernardino

A saída do Vinicius Lages do Turismo azeda mais ainda relação entre Renan e Dilma

A intenção da presidente Dilma é aproveitar Lages em outra área da administração do seu governo, credenciado que foi pela sua boa gestão.

Renan pode azeda de vez com Dilma que tira Vinicius do Turismo para colocar o potiguar Henrique Alves

Arquivo

Brasília - com Exclusividade do Blog do Bernardino:Pelo roteiro previsto, o Palácio do Planalto já decidiu que o novo ministro to Turismo será o ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Henrique Alves que foi derrotado pelo PT de Lula a governador no Rio Grande do Norte. Henrique Alves vai substituir alagoanop Vinicius Lages que ficou 1 ano e 18 dias no cargo.

A intenção da presidente Dilma é aproveitar Lages em outra área da administração do seu governo, credenciado que foi pela sua boa gestão.

A ida de Henrique Eduardo Alves para o Ministério do Turismo, pensada para agradar ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pode virar uma nova crise de Dilma Rousseff com o PMDB.

. O combinado era que Alves seria anunciado junto com Renato Janine no MEC.

 Mas Dilma resolveu esperar a reação de Renan Calheiros (AL), padrinho do atual ministro.

O Planalto teme que, contrariado, o presidente do Senado vote na semana que vem a renegociação da dívida dos Estados.

O compromisso de nomear Alves nesta sexta-feira tinha sido fechado com o PMDB da Câmara, que estranhou o adiamento.
O Planalto se queixa da dificuldade de "ler" os sinais de Cunha e Renan e acha que já fez várias concessões, que não melhoraram a interlocução.

A saída do alagoano Vinicius Lages vai azedar de vez a relação entre Dilma e Renan.

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail Bernardinosm01@hotmail.com

Postado em 27/03/2015 às 17:58 por blog do bernardino em Bernardino

Luciano Barbosa confirma: Nova Jersey não irá fechar sua porta

Município Palmeira dos Indios também receberá escola em tempo integral até ano que vem

O secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, visitou, hoje o município de Palmeira dos Índios, nesta sexta-feira (27), e se reuniu com a comunidade escolar para discutir demandas educacionais da região.

A primeira reunião ocorreu na Escola Estadual Nova Jersey, onde Barbosa se encontrou com a direção, professores, conselho escolar, pais de alunos, entidades de classe e lideranças políticas da região. Conforme o Blog do Bernardino, antecipou ontem, o secretário foi a Palmeira dos Índios anunciou que o Nova Jersey não vai fechar.

Na ocasião, explicou-se que inicialmente, a ideia era transformar a escola em um centro de formação de professores, além da sede da 3ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

“Para transformarmos a educação e mudarmos nossos índices, pretendemos investir em três pilares: formação, tecnologia e infraestrutura. Por isso, precisamos de um espaço que funcione como centro de formação para os nossos professores”, destacou Luciano Barbosa.

Representantes da escola, lideranças políticas regionais e educadores abordaram questões e demandas relativas à unidade de ensino; ao final do encontro, decidiu-se que a unidade continuará ofertando turmas do Ensino Fundamental e um novo espaço será encontrado para funcionar como coordenadoria e centro de formação de professores.

“A discussão que tivemos aqui na Escola Nova Jersey foi muito rica, pois debatemos muitas demandas relativas à educação de Palmeira dos Índios.

A educação é uma ação coletiva e é muito importante darmos as mãos e trabalharmos pela melhoria de nossos índices”, ressaltou o secretário de Educação.

Barbosa também se reuniu com diretores de escolas na sede da CRE e visitou três escolas da região: Almeida Cavalcante, Graciliano Ramos e Humberto Mendes. Esta última, inclusive, deverá se tornar uma escola em tempo integral até o próximo ano. “Nossa meta é termos 13 escolas de tempo integral em cada uma das Coordenadorias Regionais de Educação e nos mesmos moldes do modelo implantado na Escola Marcos Antônio, em Maceió”, adiantou.

Projetos – Luciano Barbosa aproveitou a visita para repassar informes sobre projetos do Governo Renan Filho para a Educação, a exemplo da descentralização de recursos, que daria mais autonomia aos diretores de escola para resolver demandas de sua unidade escolar e o ICMS Educação.

“Por meio do ICMS Educação, nossa ideia é termos 10% do valor do imposto repassado para os municípios que tiverem o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb. Desta forma, os municípios que mais investirem em educação terão também um incremento na sua educação”, explanou o secretário

acesse>twitter@Bsoutomaior

E-mail:Bernardinosm01@hotmail.com